DEPOIS DA GOLEADA DE 4 x 0 DO SÃO PAULO, o técnico Alberto Valentim, de 47 anos, foi demitido pelo Atlético Paranaense, na noite de ontem (10), ainda no vestiário do Morumbi. Ele só ganhou 8 dos 28 jogos – 8 empates, 12 derrotas -, desde outubro de 2021, quando substituiu o técnico português Antonio Oliveira.

FATO RARO NO FUTEBOL: o mesmo técnico, demitido pelo segundo ano consecutivo, depois da 1ª rodada do Campeonato Brasileiro. Alberto Valentim foi demitido do Cuiabá, após 2 x 2 com o Juventude, na noite do sábado, 29 de maio de 2021, ainda no vestiário da Arena Pantanal, na abertura do Campeonato Brasileiro.

AO ANUNCIAR SUA SAÍDA, na noite de ontem (10), o técnico disse que “foi em comum acordo com o clube”, mas a verdade é diferente: desde a eliminação nas quartas de final do Campeonato Paranaense com o Londrina, os torcedores do Athletico já faziam coro nas arquibancadas da Arena da Baixada: “Fora Valentim”.

CAMPEÃO CARIOCA EM 2018 com o Botafogo, Alberto Valentim ganhou a Taça Guanabara de 2019 no Vasco, mas foi demitido após a perder a decisão do campeonato com o Flamengo. Na Copa Sul-Americana de 2021, que o Athletico Paranaense ganhou, ele só dirigiu o time no último jogo, 1 x 0 no Bragantino.

Foto: Divulgação Atle´tico Paranaenese