Escolha uma Página

O FLUMINENSE estabeleceu na noite desta 6ª feira, 7 de junho de 2024, o novo recorde na apresentação de um jogador brasileiro, com 55 mil torcedores no Maracanã, na volta do zagueiro Thiago Silva, tricolor de coração, depois de 16 temporadas em três grandes da Europa, campeão no Milan, PSG e Chelsea.

O FLUMINENSE manteve o elevado padrão de organização de sua história de 121 anos, desde a fundação na 2ª feira, 21 de julho de 1902, com um espetáculo grandioso, sob aplausos de 55 mil torcedores em delírio, quando Thiago Silva disse: “Vocês não sabem a emoção que sinto ao voltar ao clube do meu coração”.

THIAGO SILVA, com a camisa branca número 3, entrou no gramado com a esposa Isabelle da Silva e os filhos Isago (14) e Iago (12), com a camisa tricolor, mostrando-se emocionado com o calor humano da recepção, e muito alegre também por voltar a ouvir a música brasileira do grupo de samba Sorriso Maroto.

THIAGO SILVA recebeu do massagista Gerônimo a camisa tricolor número 3, que usará, deu a volta olímpica, aplaudido e retribuindo com aceno e sorriso, e chutou algumas bolas para os torcedores. Agradeceu a Deus por voltar a vestir a camisa do Fluminense, e ao Chelsea, que o liberou antes do fim do contrato, dia 30.

THIAGO SILVA recebeu o abraço afetuoso dos companheiros Felipe Melo, que lhe passará a braçadeira de capitão, Marcelo, Ganso, Renato Augusto, John Kennedy. A estreia de Thiago Silva só poderá ser a partir de julho, quando se abre a janela de transferências do futebol brasileiro.

OS 55 MIL TORCEDORES, do novo recorde de apresentação de um jogador no Brasil, superaram os 45 mil de Luis Fabiano e os de 44 mil de Daniel Alves, ambos no São Paulo; os de 35 mil de Marcelo, em março de 2023, e os de 31 mil do artilheiro uruguaio Luis Suarez, em janeiro de 2023 na Arena Grêmio.

QUANDO ESTREAR em julho, Thiago Silva completará 737 jogos na carreira: 146 no Fluminense (14 gols), de 2006 a 2008; 119 no Milan (6 gols), de 2009 a 2012; 315 no PSG (17 gols), de 2012 a 2020, e 156 no Chelsea (9 gols), de 2020 a 2024.

THIAGO SILVA estreou no Fluminense em 1 de março de 2006, 4ª feira de cinzas, na abertura da Taça Rio, 2 x 0 no América, gols de Lenny e Claudio. Time: Fernando Henrique, Rissut, Thiago Silva, Anderson e Jean; Marcão (hoje auxiliar técnico), Angelo, Bruno (Romeu) e Pedrinho (hoje presidente do Vasco); Lenny (Fernando) e Claudio (Tuta). O técnico Paulo Campos não contou com o goleiro Diego e com o meia Petkovic, contundidos.

NA HISTÓRIA DA SELEÇÃO, Thiago Silva é o zagueiro que mais jogou, e o 5º com mais jogos: 113 (7 gols), depois de Cafu (150), Roberto Carlos (132), Rivellino (120) e Daniel Alves (118). Estreou em 2008, aos 23 anos: bronze, nos Jogos de Pequim; prata, nos Jogos de Londres 2012; capitão campeão da Copa das Confederações 2013; 4º na Copa do Mundo 2014 e campeão da Copa América 2019 no Maracanã.

Fotos: Facebook Fluminense,