Escolha uma Página

O ARTILHEIRO BENZEMA, do Real Madrid, tornou-se nesta 2ª feira (17) o quinto francês a ganhar a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, na bela e elegante festa, assistida por 2.500 convidados da revista France Football, no Teatro Châtelet, em Paris. A 1ª Bola de Ouro foi ganha em 1956 pelo ponta-direita Stanley Matthews, do Blackpool FC e da seleção inglesa, com 54 jogos e 11 gols, entre 1934 e 1957.

BENZEMA, de 34 anos, sucedeu a Messi, que recebeu a Bola de Ouro de 2021 pela sétima vez como melhor do mundo, recorde da premiação. Um francês não ganhava a Bola de Ouro desde 1998, quando Zidane recebeu o prêmio como destaque do 25º Campeonato Italiano da Juventus e da 1ª Copa do Mundo da França (3 x 0 no Brasil).

RAYMOND KOPA, meia-atacante que brilhou de 56 a 59 no Real Madrid, e campeão francês e da Copa da Europa pelo Reims, foi o primeiro francês a receber a Bola de Ouro, em 1958, quando a França ficou em 3º na Copa do Mundo. Ele dava assistências a Just Fontaine, até hoje o único a marcar 13 gols em uma só Copa.

MICHEL PLATINI foi o 2º francês a ganhar a Bola de Ouro, e até hoje o único por três vezes consecutivas, em 1983-84-85, com sete títulos na Juventus de Turim, em 222 jogos e 103 gols, e campeão da Europa de seleções, com 41 gols em 72 jogos. Com justiça, é reconhecido entre os mais técnicos e brilhantes de todos os tempos.

OS 44 GOLS EM 46 JOGOS, na temporada 2021-22, foram fundamentais para Benzema a ganhar a 1ª Bola de Ouro. Ele marcou 27 gols em 32 jogos como artilheiro do Campeonato Espanhol; 15 gols em 12 jogos no 14º título da Liga dos Campeões, e 2 gols em 2 jogos na Supercopa da Espanha.

DEPOIS DE BENZEMA, os nove mais bem votados foram Sadio Mané, campeão da Copa da Inglaterra com o Liverpool e da Copa Africana de seleções com o Senegal; De Bruyne, quatro vezes campeão inglês com o Manchester City; Lewandowski; Salah, artilheiro do Inglês; Mbappé, artilheiro do Francês; Courtois e Vinicius Jr.

A BOLA DE OURO FEMININA

ALEXIA PUTELLAS, meia-atacante e capitã do Barcelona e da seleção, tornou-se a primeira espanhola a ganhar, pelo segundo ano consecutivo, o prêmio de melhor jogadora do mundo, em quatro edições da Bola de Ouro feminina, criada em 2018. Ela figura também na votação entre as jogadoras mais bonitas do mundo.

CAMPEÃ DA ESPANHA, da Copa da Rainha e da Supercopa da Espanha, Alexia Putellas, de 28 anos, destacou-se na ambicionada conquista do tríplice coroa, com 34 gols e 21 assistências em 43 jogos. Foi artilheira e jogadora mais valiosa da Liga dos Campeões. Elegante e simpática, agradeceu em espanhol, catalão e inglês.

A LONDRINA Beth Mead, de 27 anos, atacante do Arsenal, ganhou a Bola de Prata, e a australiana Sam Kerr, de 29 anos, atacante do Chelsea, a de Bronze. A 1ª Bola de Ouro Feminina foi ganha em 2018 pela atacante norueguesa Ada Hegerberg, de 23 anos, do Olympique Lyon, campeão francês e bicampeão da Liga dos Campeões.