DORIVAL JUNIOR DIRIGIRÁ O FLAMENGO pela terceira vez, depois de contratado em julho de 2012 e demitido em março de 2013, quando não aceitou a redução de 50% do salário. Deixou o time em 11º no Campeonato Brasileiro, após 15 vitórias, 10 derrotas, 11 empates. Voltou em setembro de 2018, foi vice-campeão, e saiu em dezembro, depois de 7 vitórias, 2 derrotas, 3 empates, não sem antes se desentender com o goleiro Diego Alves, afastado após se recusar a viajar para um jogo em Curitiba.

DORIVAL JUNIOR SAIU PELA 2ª VEZ em dezembro de 2018, e como tinha atrasados a receber, fez acerto e, nada mal, R$13 milhões foram depositados em sua conta. Os contratos mais recentes de Dorival não têm sido tão duradouros: em janeiro de 2020 assumiu o Athletico Paranaense, e em 28 de agosto, demitido após quatro derrotas consecutivas. Estava no Ceará desde 28 de março de 2022 e decidiu sair hoje, 9 de junho, antes de três meses, com 100% de aproveitamento na fase de grupos da Copa Sul-Americana.

DORIVAL JUNIOR tirou o Ceará das últimas posições do Brasileiro de 2022 e o deixou em 12º, com 13 pontos, à frente do Flamengo, 14º com 12 pontos, após 11 vitórias, 3 derrotas, 4 empates, um deles o 2 x 2 com o Flamengo, na 6ª rodada, em 15 de maio, na Arena Castelão. Menos de 24 horas depois da derrota para o Bragantino, o Flamengo promove a volta de um técnico brasileiro ao comando de sua equipe. 

ROGÉRIO CENI dirigiu o Flamengo de 10 de novembro de 2020 a 10 de julho de 2021, demitido na calada da madrugada, por pressão de boa parte dos torcedores, mesmo ganhando um título a cada 15 jogos. Ele comandou o time em 44 jogos, 23 vitórias, 10 derrotas, 11 empates, campeão brasileiro 2020, campeão carioca e campeão da Supercopa do Brasil 2021. Aí veio o espanhol Domènec Torrent, contratado por ter sido assistente de Josep Guardiola.

APÓS ROMPER O CONTRATO DE PAULO SOUSA, o Flamengo voltou a tentar Cuca, mas o técnico campeão brasileiro de 2021, decidiu só voltar em 2023, reciclado, após a Copa do Mundo que vai assistir no Catar. Além dos projetos sociais em pleno desenvolvimento, Cuca faz parte do grupo seleto de profissionais corretos, de uma palavra só, forte e firme, confirmando que em 2022 não dirigiria nenhuma equipe.

SEM CUCA, que tem planos de voos mais altos, como a sucessão de Tite após a Copa, o Flamengo não teve a menor cerimônia em tirar Dorival Junior do Ceará, tanto quanto Dorival Junior não pensou duas vezes em deixar o Ceará para voltar ao Flamengo quatro anos depois. O Flamengo tem agora que abrir o cofre e pagar a multa rescisória do segundo técnico português de sua história recente.

PAULO SOUSA ESTÁ SAINDO depois de ganhar 19 dos 32 jogos, empatar 7 e perder 8, os dois últimos consecutivos. Ele deixa o Flamengo na pior colocação dos Campeonatos Brasileiros mais recentes, com apenas três vitórias em dez jogos, sem saldo de gol (10 a 10), em 14º, com o mesmo número de vitórias e só 1 ponto a mais que o Cuiabá (17º), primeiro do rebaixamento.

SERÃO QUASE R$8 MILHÕES que o Flamengo vai depositar na conta do míster 2. Os valores de R$7.700 mil são a soma dos salários que Paulo Sousa receberia até dezembro de 2022, quando termina o primeiro ano do contrato. E mais: o ex-técnico ainda vai receber parte dos 300 mil euros, algo em torno de R$2 milhões, que pagou para romper o contrato com a seleção da Polônia e assinar com o Flamengo.

Foto: UOL e LANCE!