COM ATUAÇÃO DECEPCIONANTE, O VASCO sofreu a mais dura de suas sete derrotas, sexta consecutiva como visitante, no 1 x 0 de ontem (3) para o Brusque, 15º com 31 pontos e só 8 vitórias, depois de 7 empates e 13 derrotas. O Vasco não criou, não finalizou e sofreu o 19º gol de um time fraco, a 1 ponto do rebaixamento.

A MOTIVAÇÃO DA ESTREIA do técnico Gilson Kleina fez o Brusque se animar e render pouco além do que vinha apresentando, mas a 8ª vitória o levou ao 14º lugar, enquanto o Vasco completou 11 rodadas da última vitória como visitante. Menos mal que o Londrina perdeu do Operário e a diferença continua em 4 pontos.

O GOL DA 6ª DERROTA consecutiva do Vasco, ontem (3), no Estádio Augusto Bauer, em Brusque, foi de Gabriel Taliari, atacante mineiro de 25 anos, emprestado pelo Capivariano, da Série A-3 paulista. Aos 25 do 1º tempo ele aproveitou o rebote do pênalti cometido com a mão por Quintero e defendido por Tiago Rodrigues.

O VASCO TENTOU, sem organização, chegar ao empate, mas só criou duas jogadas em que marcou, mas os gols de Alex Teixeira foram bem anulados pelo árbitro Wilton Sampaio. No primeiro, ele usou o braço, e no segundo, estava impedido quando o lateral Mateus Ribeiro fez o cruzamento.

O TIME DA 6ª DERROTA consecutiva fora de casa: Tiago Rodrigues, Mateus Ribeiro (Danilo Boza), Quintero (Bruno Tubarão), Anderson e Edimar (Paulo Victor); Yuri (Palacios), Andrey e Marlon (Figueiredo); Alex Teixeira, Fabio Gomes e Eguinaldo. As quatro substituições não ajudaram em nada a melhorar o rendimento da equipe.

O VASCO voltará a ter uma semana para se preparar para o jogo da 29ª rodada com o Grêmio, no próximo domingo (11), em Porto Alegre. Com certeza, outra missão bem complicada, com o retorno de Renato Gaúcho, técnico mais vitorioso da história gremista, motivando ainda mais a equipe que reencontra em 3º lugar.

O BAHIA MANTEVE a vice-liderança, ao vencer o Tombense, de virada, por 3 x 1, na noite de ontem (3), diante de 40 mil torcedores, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Galdino fez o gol do Tombense, e o Bahia virou em 8 minutos na volta do intervalo, com Mugni, de pênalti, aos 3; Jacaré, aos 11, e o colombiano Copete, aos 40.

O LÍDER CRUZEIRO, com 58 pontos, completa a 28ª rodada, hoje (4), recebendo o Criciúma, no Mineirão. A tendência é que abra 11 pontos de vantagem sobre o Bahia, com 50; 14 pontos sobre o Grêmio, 3º com 47, e 16 pontos do Vasco, 4º com 45. O Londrina, 5º, tem 41, e o Sport, 6º, 40 pontos. 

Fotos: O Dia / One Football / Amazonas Atual / UOL / Daniel Ramalho / CRVG / Lance!