Escolha uma Página

JUNHO começa com a grande final da Liga dos Campeões, maior torneio de clubes do mundo, que Real Madrid e Borussia Dortmund disputarão amanhã (1), no estádio de Wembley, um dos palcos sagrados do futebol mundial, nos arredores de Londres. Recordista absoluto, o Real Madrid tenta ganhar o 15º título.

COM PREVISÃO de tempo nublado, sem chuva, e temperatura de 17 graus, a três semanas do início do verão na Europa – 20 de junho a 22 de setembro -, a 69ª decisão da Liga dos Campeões terá 90 mil torcedores, que esgotaram há um mês a lotação máxima do maior estádio europeu e sétimo do mundo.

REAL MADRID x Borussia Dortmund começa às 8 da noite (4 da tarde no Rio), com arbitragem de Slavko Vincic, esloveno de 44 anos, do grupo de elite da União Europeia de Futebol (Uefa), e da Fifa, desde 2010. Em caso de empate, 30 minutos de prorrogação, e, se necessário, tiros livres da marca do pênalti.

O REAL MADRID disputará a primeira final no estádio de Wembley, e o Borussia Dortmund, a segunda, onze anos após perder a decisão de 2012-2013 para o Bayern Munique por 2 x 1, na única final entre alemães. O vencedor decidirá a Supercopa da Europa com a italiana Atalanta, campeã da Liga Europa.

O BORUSSIA DORTMUND foi o primeiro alemão a ganhar um título europeu, a Taça dos Clubes vencedores de taças, em 1966, com 2 x 1 no Liverpool. Trinta anos depois, ganhou a única Liga dos Campeões, ao vencer a Juventus de Turim (3 x 1), em uma das finais mais eletrizantes, em 1996-97, em Munique.

  • O CAMPEÃO tem prêmio mínimo garantido de 85 milhões de euros (R$480 milhões), que aumentará com bônus, tais como os de direitos de transmissão. Os próprios organizadores consideram difícil de calcular quantos milhões assistirão nos 193 países dos cinco continentes, e também a bordo de aviões e navios.
  • A TAÇA que será entregue ao capitão Nacho, do Real Madrid, ou Emre Cam, do Borussia Dortmund, tem 73,5 centímetros e pesa 7,5 kg: “Não é uma obra-prima artistica, mas todos no futebol estão sempre ansiosos para colocar a mão nela”, resumiu o alemão Jurg Stadelmann, autor do troféu.
  • ÚLTIMO JOGO de dois notáveis alemães de 34 anos: Toni Kroos, meia de 464 jogos, 28 gols e 22 títulos no Real Madrid desde 2014, e Marco Reus, ponta de 425 jogos, 170 gols e 5 títulos no Borussia Dortmund desde 2012. Ambos encerrarão a carreira na Eurocopa de seleções, em junho e julho na Alemanha.
  • 5 MILHÕES DE LIBRAS (R$33 milhões) foram investidos para reforçar o maior esquema de infraestrutura de segurança de uma decisão em Wembley, que contará com 2.500 policiais.
  • O CANTOR estadunidense Lenny Kravitz, de 60 anos, natural de Nova York, tratado como a lenda do rock, fará o show de abertura da festa de amanhã (1) do futebol em Wembley.

Fotos: Editoria e Arte, No Ataque e Esporte e Mídia