Escolha uma Página

O APOIO DE 50 MIL TORCEDORES é a maior motivação do Fluminense, na tarde deste sábado (18) no Maracanã, para reverter a derrota do primeiro jogo da semifinal em Volta Redonda por 2 x 1, e ser finalista do Campeonato Carioca pelo quarto ano consecutivo, com chance do 33º título de sua história de 120 anos.

A MISSÃO SERÁ DIFÍCIL. O Volta Redonda tem o artilheiro, o ataque mais positivo e ganhou a vantagem do empate, sem se limitar à bola do contra-ataque. Também não pode haver dúvida de que o ânimo aumentou, após a vaga na terceira fase da Copa do Brasil, ao eliminar o bom time do Atlético Goianiense, em sua própria casa.

A PREVISÃO É DE JOGO equilibrado, bem disputado e limpo, como foi o primeiro. Os técnicos não confirmaram as escalações, mas a tendência é que mantenham a boa estrutura de suas equipes. Rogerio Corrêa deu um padrão de jogo bem vistoso ao Volta Redonda. Fernando Diniz vem mantendo o Fluminense em nível bem elevado.

ADEPTO DA RENOVAÇÃO, o técnico do Fluminense tem um trunfo a mais: Gabriel Pirani, meia-atacante paulista de 20 anos, que dirigiu no Santos, autor do gol da virada (2 x 1) no Fla-Flu, que valeu a Taça Guanabara . Objetivo, Fernando Diniz resume: “Jogo complicado, mas estamos preparados para conquistar a vaga”.

Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC