Escolha uma Página

COM O GOL DA VITÓRIA DO FLUMINENSE sobre o Ceará por 1 x 0, na noite de ontem (31), na Arena Castelão, em Fortaleza, na abertura da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o argentino Cano igualou a marca de 20 anos, de 39 gols de Magno Alves, principal artilheiro do clube em uma única temporada, em 2002.

ALÉM DE PRINCIPAL ARTILHEIRO DO FLUMINENSE, em uma temporada, é também, com os 39 gols, o principal artilheiro estrangeiro da história do Campeonato Brasileiro dos pontos corridos, desde 2003. Nesse ano, o Cruzeiro foi campeão e teve no colombiano Aristizábal o estrangeiro com mais gols: 21.

CANO IGUALOU OS 21 GOLS de Aristizábal em 2003, e com o gol da vitória sobre o Ceará, na noite de ontem (31), aumentou a vantagem sobre o vice-artilheiro Pedro Raul, do Goiás (21 a 18). O atacante argentino terá mais três jogos para ampliar a vantagem como artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2022.

ALÉM DE IGUALAR OS 39 GOLS DE Magno Alves, Cano superou também a marca de outros quatro goleadores do Fluminense: Tuta, com 33 gols em 2005. Washington Coração Valente, com 37 gols em 2008. Fred, com 34 gols em 2011, e Henrique Dourado, com 32 gols em 2017.

O 21º GOL DE ARTILHEIRO do Campeonato Brasileiro de 2022, na noite de ontem (31), no 1 x 0 sobre o Ceará, foi aos 27 minutos do 2º tempo, completando de pé direito o chute rasteiro do colombiano Jhon Arias. Na comemoração, repetiu o L, com o polegar e o indicador bem abertos, em homenagem ao filho Lorenzo.

O FLUMINENSE mandou duas bolas na trave do Ceará, no 1º tempo, a primeira de Cano, e a segunda, no rebote, do meia Yago. Substituído no intervalo pelo meia Nathan, o zagueiro Nino passou a braçadeira de capitão a Cano, que a repassou, ao sair aos 37 para a entrada de Alan, para o volante André.

O CEARÁ JOGOU COM 10 desde os 12 minutos do 2º tempo, quando o atacante Cleber foi expulso pelo 2º cartão amarelo, cinco minutos após a primeira falta. O árbitro paulista Raphael Claus fez a única advertência do 1º tempo, com cartão amarelo, punindo Cano por falta no zagueiro David Ricardo.

FOI A 18ª VITÓRIA DO FLUMINENSE, 8ª em 18 jogos como visitante, 6ª sem sofrer gol e 4ª por 1 x 0, depois de 4 empates e 6 derrotas, 4 sem fazer gol. Time: Fábio, Samuel Xavier, Nino (Nathan), Manoel e Cristiano; André, Martinelli, Yago (Mateus Martins) e Ganso (David Braz); Jhon Arias e Cano (Alan).

O FLUMINENSE já assegurou a 9ª participação na Copa Libertadores, mas se não refizer o conceito da política de investimento e reforçar o grupo, causará mais uma decepção. Em 2022 os dirigentes não tiveram competência para melhorar a equipe, que não conseguiu sequer entrar na fase de grupos.

4º COM 61 PONTOS, O FLUMINENSE tem saldo de 16 gols (56 a 40). Os dois últimos jogos de 2022 no Maracanã serão sábado (5) com o São Paulo, e 4ª feira (9), com o Goiás. O jogo da última rodada, dia 13, será com o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 90 km da capital.

Fotos: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC e NE10 Interior UOL