Escolha uma Página

O CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2023 será homenageado com o privilégio do jogo isolado de abertura da Série A de 2024, no sábado, 13 de abril. A novidade foi anunciada, nesta última 3ª feira (31) de outubro, pela Confederação Brasileira de Futebol, que em 2024 promoverá o 19º campeonato por pontos corridos, com 20 equipes, sendo as quatro últimas rebaixadas, como acontece desde 2006, quando o formato foi definido, ainda com Ricardo Teixeira na presidência da CBF.

O JOGO ÚNICO DA SUPERCOPA do Brasil de 2024 também será no sábado, 3 de fevereiro, entre o São Paulo, campeão da Copa do Brasil, e o campeão brasileiro de 2023. A decisão da Copa do Brasil também foi mantida em dois domingos, 3 e 10 de novembro, com sorteio para definir os locais, como aconteceu em 2023, quando o São Paulo ganhou o título, pela primeira vez, ao vencer o Flamengo (1 x 0) no Maracanã e empatar (1 x 1) no Morumbi.

ESTARÃO MANTIDOS em 2024 os 19 mandos de cada clube, que ficarão com a renda líquida dos jogos em casa, descontadas da renda bruta as despesas de arbitragem e exame antidoping. Os ingressos serão comercializados pelos clubes com o mando de campo, obedecendo o preço mínimo de R$40,00, com meia entrada a R$20,00. Ao se deslocar para os jogos como visitante, o clube pagará as despesas de transporte, hospedagem e alimentação.

O CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2024 será paralisado, tal como aconteceu, pela primeira vez em 2023, com muito atraso e seguidas reclamações dos clubes, durante todas as datas Fifa, nos amistosos entre 18 e 26 de março, e 3 e 11 de novembro; durante a Copa América, de 14 de junho a 14 de julho, e nas eliminatórias para a Copa do Mundo, entre 2 e 10 de setembro; 7 e 15 de outubro, e 11 e 19 de dezembro. O primeiro amistoso da seleção, em 2024, será na Espanha.

OS CAMPEONATOS ESTADUAIS, antiquados e ultrapassados, serão de 21 de janeiro a 7 de abril; a Copa do Brasil, de 21 de fevereiro a 10 de novembro; a Série A do Campeonato Brasileiro, de 13 de abril a 8 de dezembro, e a Série B, de 20 de abril a 26 de novembro. Está sendo feito um estudo para aumentar a premiação do campeão da Série A de 2024, que vem sendo inferior à do campeão da Copa do Brasil.

EM 2021, ao ser campeão brasileiro, depois de 50 anos, o Atlético Mineiro teve prêmio de R$40 milhões. O Palmeiras, campeão brasileiro de 2022, ganhou R$50 milhões; o vice Internacional, R$42.700 mil; o Fluminense, 3º, R$40.500 mil, e o Corinthians, 4º, R$38.200 mil.

DEPOIS DE SER o primeiro clube do Nordeste na decisão da Copa Sul-Americana de 2023, que só perdeu nos pênaltis, o Fortaleza terá outra marca histórica, a de primeiro nordestino em seis temporadas consecutivas na Série A do Campeonato Brasileiro, de 2019 a 2024. O Ceará ficou cinco anos, de 2018 a 2022, quando caiu para a Série B em 2023 (11º, faltando quatro rodadas), que vai disputar pelo segundo ano consecutivo em 2024.

VITÓRIA, SPORT, Atlético Goianiense e Criciúma são os quatro primeiros, mas Juventude, Novorizontino e Guarani ainda têm chance de ficar com a quarta e última vaga para a volta à Série A em 2024.

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press