Escolha uma Página

O AVAÍ SUBIU TRÊS POSIÇÕES, tirou a invencibilidade do Goiás, manteve o Santos na liderança e deixou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2024 só com um invicto, o América Mineiro, com a vitória da noite de ontem (27) por 2 x 0, no estádio Heriberto Hulse, em Florianópolis.

FOI A 4ª VITÓRIA CONSECUTIVA de um time que nem parece em crise pelos salários atrasados; que exige treinos com portões fechados; que não concede entrevista e não se concentra quando joga em casa, como foi o caso da noite de ontem (27), em que tirou a invencibilidade do Goiás, que seria líder se vencesse.

O AVAÍ VINHA DE VITÓRIAS sobre o Coritiba (1 x 0), CRB (2 x 1), Sport (2 x 1, em virada nos minutos finais), e ao vencer o Goiás por 2 x 0, na noite de ontem (27), subiu do 7º ao 4º lugar com 13 pontos, 4 vitórias, 1 empate, 2 derrotas, e passou a ter saldo de dois gols (7 a 5).

O PONTA MAURÍCIO GARCEZ, de 27 anos, maranhense de Chapadinha, a 245 km da capital São Luis, marcou de cabeça o 1º gol, aos 27 minutos do 2º tempo, completando cruzamento do lateral Marcus Vinícius. O 2º gol, aos 43 minutos, foi do centroavante Gabriel Poveda, de 25 anos, paulista de Araçatuba.

OS TORCEDORES ficaram em casa, após um dia chuvoso e uma noite fria em Florianópolis. O jogo só teve 3.495 pagantes, R$55.960,00, no estádio Heriberto Hulse, com algumas poças no gramado pesado, mas com boas condições. O árbitro gaúcho Anderson Daronco expulsou o zagueiro Vilar, do Avaí, após o segundo gol.

AVAÍ – Cesar Augusto, Marcus Vinicius, Vilar, Tiago e Mario Sergio; Zé Ricardo (Ronaldo), Maranhão, Castro (Pedrinho) e Giovanni (Jean Lucas); Hygor (Poveda) e Garcez (Ademilson). Técnico – Gilmar Dal Pozzo, catarinense, 54 anos, ex-goleiro. O Avaí joga na 8ª rodada com o Ituano (14º), domingo (2), em Itu, São Paulo.

GOIÁS – Tadeu, Lucas (Baya), Edson e David Braz; Diego (Borel), Marcão (Hallerandrio), Gava (Juninho) e Cristiano; Welliton, Angelo (Herculano) e Thiago Galhardo. Técnico – Marcio Zanardi, paulistano de 45 anos. 3º, 14 pontos, o Goiás recebe o Sport, 5º, 12 pontos, 6ª feira (31), no estádio da Serrinha, em Goiânia.

CORITIBA SOBE CINCO POSIÇÕES

COM SUA MELHOR atuação e a primeira das três vitórias em que marcou mais de um gol, o Coritiba venceu o Operário, de Ponta Grossa, Paraná, por 3 x 0, na noite chuvosa de ontem (27), no estádio Couto Pereira, em Curitiba, subiu cinco posições e terminou a 7ª rodada do Brasileiro da Série B em 7º lugar com 11 pontos.

O CORITIBA DECIDIU no 1º tempo, com os gols dos meias paulistas Everton Morelli aos 3 minutos, e Matheus Frizzo, de pênalti, aos 9, e de cabeça, aos 28. De 12º ao 7º, ultrapassou Mirassol (11, pelo saldo de gols), Vila Nova e Avaí (10), Operário (9), CRB e Chapecoense (8). O Operário caiu de 9º para 12º, com 9 pontos.

O TÉCNICO JAMES FREITAS, gaúcho de 53 anos, interino desde a demissão do paulista Guto Ferreira, na 3ª rodada, conseguiu a segunda vitória, após 1 x 0 no Guarani, de perder para o Avaí (1 x 0) e 0 x 0 com o Novorizontino, e vai dirigir o time no próximo jogo com o Ceará, 6ª feira (31), na Arena Castelão, em Fortaleza.

CADA VEZ MAIS LANTERNA

O BOTAFOGO, de Ribeirão Preto, perdeu para o Novorizontino por 1 x 0, na noite de ontem (27), em seu estádio Santa Cruz, e continua em último (20º) na Série B, sem vitória, 4 pontos, 4 empates, 3 derrotas, saldo negativo de 7 gols (2 a 9). O gol foi do meia mineiro Carlos Manuel, contra, aos 44 minutos do 2º tempo.

O NOVORIZONTINO, com a 3ª vitória, subiu três posições e terminou a 7ª rodada em 10º, com 10 pontos, 3 vitórias, 1 empate, 3 derrotas, saldo negativo de 2 gols (7 a 9), ultrapassando Chapecoense e Operário (9 pontos) e CRB ( 8 ). O técnico do Botafogo é o português Paulo Gomes, de 48 anos.

Fotos: Avaí FC