Escolha uma Página

CAMPEÃO SUL-AMERICANO com a seleção sub-20, em fevereiro na Colômbia, o técnico Ramon Menezes, mineiro de 50 anos, convoca nesta 6ª feira (3) a seleção principal para o amistoso do dia 25 com o Marrocos, única seleção da África a terminar entre as quatro primeiras na história das 22 Copas do Mundo em 2022.

DURANTE A CONVERSA de ontem (1) com o presidente Ednaldo Rodrigues, baiano de 68 anos, o técnico interino foi informado de que a CBF não usará a segunda data Fifa de março para outro amistoso. Ramon Menezes deve dirigir a seleção também nos amistosos de junho, quando Ancelotti ainda não estará liberado pelo Real Madrid.

RAMON MENEZES, formado na base do Cruzeiro, no início dos anos 80, foi um dos meias notáveis, especialista em cobrança de falta. Brilhou e foi campeão em todos os clubes, mas se destacou no Vasco, com o recorde de jogos (176) e de gols (61), ganhando o Brasileiro de 97; o Carioca e a Libertadores de 98 e o Rio-São Paulo de 99.

O AMISTOSO Marrocos x Brasil, do próximo dia 25, será no estádio Ibn Batouta, em Tânger, cidade portuária do Norte do Marrocos, uma das sedes do Mundial de clubes de 2023, o sétimo conquistado pelo Real Madrid.

A CBF ANUNCIOU ontem (1) que a seleção brasileira jogará toda de verde, em julho de 2023, em amistoso com renda para a Ong SOS Amazônia, em uma ação de preservação do meio ambiente. O jogo poderá ser na Arena Amazônia, em Manaus, ou no Mangueirão, em Belém.

OBSERVADOR SEMPRE ATENTO, Ramon Menezes gostou de ter visto o Atlético, time em que foi campeão mineiro em 2000, vencer o Carabobo, da Venezuela, por 3 x 1, na noite de ontem (1), no Mineirão, na penúltima fase da pré-Libertadores. Hulk, Paulinho e Edenilson marcaram os gols, e o Atlético espera o vencedor de Universidad Católica (Equador) x Millonarios (Colômbia) para decidir a vaga na fase de grupos.

Foto: Rafael Ribeiro / CBF