COM TRÊS VITÓRIAS CONSECUTIVAS PELA PRIMEIRA VEZ, o Vasco deu sequência à grande arrancada para a volta ao seu merecido lugar na Série A de 2022, ao vencer o Confiança por 2 x 1, na noite deste primeiro domingo (3) de outubro, no estádio Lourival Batista, em Aracaju. Com 12 vitórias e 43 pontos, o Vasco ultrapassou Guarani e CSA, com 42, e está a 5 pontos do Botafogo, terceiro, e do Goiás, quarto com 48. 

TRÊS MINUTOS – O Vasco exerceu acentuado domínio desde o início, mas só conseguiu os gols no segundo tempo, decidindo o jogo em três minutos. O argentino German Cano aproveitou bem o cruzamento de Nenê e abriu o placar aos 16. O segundo gol foi do zagueiro Ricardo aos 19, após o cruzamento do meia Gabriel Pec. O Confiança tentou a reação, mas parou no gol do zagueiro carioca Nirley, aos 34 minutos, que poderia ter sido evitado pelo goleiro Vanderlei.

SEM PÊNALTI – O Confiança reclamou, quando ainda estava 0 x 0, de pênalti do zagueiro Leandro Castan no atacante Alvaro, e até aumentou o tom da reclamação porque o árbitro paulista Raphael Claus não foi rever o lance no VAR. O árbitro mostrou-se convicto de que não houve falta no lance e não aceitou o protesto. Penúltimo com 22 pontos, após 16 derrotas, o Confiança tem saldo negativo de 14 gols (26 a 40) e está praticamente rebaixado à Série C em 2022.

VANDERLEI, Leo Matos (Gabriel Pec), Ricardo, Leandro Castan e Riquelme (Walber); Bruno Gomes, Zeca, Marquinhos Gabriel (Martin Sarrafiore) e Nenê; Morato (Rômulo) e German Cano (Daniel Amorim) – o Vasco, da terceira vitória consecutiva do técnico Fernando Diniz, que exaltou o desempenho da equipe na volta do intervalo: “Foi outra prova bem clara de como o time vem evoluindo a cada jogo, do jeito que nós e a torcida queremos”.

PRESSIONADO – Com 43 pontos, o Vasco continuará em sexto, se vencer o Sampaio Corrêa, sábado (9), em São Luis, porque o CRB, quinto, tem 48 pontos. E é bom lembrar: o Vasco ainda está pressionado por adversários que jogarão no dia seguinte como mandantes: o CSA, sétimo com 42, receberá o Brusque, no estádio Rei Pelé, em Maceió, e o Guarani, oitavo com 42, jogará em Campinas com o Londrina, que ontem (3), em casa, venceu o Sampaio Corrêa (3 x 1).

LÍDER PODE FOLGAR – No encerramento da vigésima oitava rodada, na noite desta segunda (4), em Belém, o líder Coritiba, com 53 pontos, pode ampliar a vantagem para sete pontos sobre o vice-líder Avaí (49) e para oito pontos sobre o Botafogo e o Goiás (48). O Remo, décimo com 37, se conseguir vencer o líder só subirá uma posição, tirando o Náutico do nono com 38.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco