POR MAIS QUE o 1 x 1 da noite de ontem (5) com o Cruzeiro tenha sido bom para o Ituano, foi melhor para o Vasco, que depois de voltar a vencer fora de casa, com a virada sobre o Operário, só depende da própria competência para garantir a vaga. A vantagem sobre o Sport, único concorrente de fato, vai além dos atuais três pontos.

O VASCO pode confirmar a classificação, antes mesmo da última rodada em que jogará fora com o Ituano. A garantia está em São Januário, onde desde o início, com sol ou com chuva, teve o apoio fiel de uma torcida que esgotou os ingressos sempre com muita antecedência, e só não entrou em campo, mas jogou junto com o time.

O VASCO tem todas as condições de ganhar os três jogos em casa, sábado ( 8 ), com o Novorizontino, e os dois consecutivos, com Criciúma e Sampaio Corrêa, na penúltima rodada, depois de ir ao Recife para o confronto direto. O Sport terá duas chances reais, em jogos seguidos em casa, com o Cruzeiro, dia 9, e o Vasco, dia 16.

O VASCO tem mais três itens decisivos de vantagem sobre o Sport, único concorrente de fato: pontos, vitórias e saldo de gols. O Sampaio Corrêa e o Ituano estão a quatro pontos do Vasco e terão confronto direto. O Vasco não precisa de muito, só de ganhar os nove pontos que disputará em casa. Serão suficientes.

PARABÉNS À TORCIDA DO CRUZEIRO pelo reencontro da noite de ontem (5) com o time campeão. O resultado não era o mais importante para atrair quase 57 mil pagantes, que levaram mais de R$2.200 mil. O jogo agradou muito, com os gols em dois minutos, o de Edu, aos 6, e o de Gabriel Barros, do Ituano, aos 8. O campeão completou 16 jogos sem perder.

Foto: VascaínoNet