POR VIA DAS DÚVIDAS, O GERENTE DE FUTEBOL Mauro Castro encheu um balde de sal grosso, hora e meia antes do jogo, e foi colocando em vários pontos do gramado do Morumbi, para que o São Paulo não deixasse de vencer o Juventude, na noite de ontem (6), e ficasse livre de qualquer ameaça de rebaixamento. A superstição funcionou, e logo aos 5 minutos, Luciano usou a cabeça para fazer 1 x 0. Aos 43, o argentino Calleri marcou o segundo gol.

NA VOLTA DO INTERVALO, o Juventude precisava da virada para não entrar na zona de rebaixamento, mas a reação ficou no gol de Marcus Vinícius, o chamado gol de honra, aos 18. O São Paulo foi rápido, e aos 22, com o segundo gol de Luciano, fez 3 x 1, na 11ª vitória, 7ª em casa, única por 3 gols, no último dos 19 jogos do Campeonato Brasileiro de 2021 no Morumbi. Mauro Castro, ex-gerente do Pacaembu, além de gerente do Morumbi, é conselheiro do clube.

MESMO SEM BOA CAMPANHA – 13º, com 11 vitórias, 15 empates, 11 derrotas, saldo negativo de 6 gols (31 a 37) -, o São Paulo, 3º sul-americano com mais títulos, depois de Boca e Independiente, manteve a tradição de estar sempre na Série A.  22 vezes campeão paulista; único três vezes consecutivas campeão brasileiro (2006-07-8); três vezes campeão da Libertadores (92-93-2005) e bicampeão mundial de clubes (92-93), o São Paulo continua sendo time categoria A.

OS MAIS DE 40 MIL TORCEDORES se despediram do time no Morumbi em 2021, mas os mais fanáticos prometem ir quinta (9) ao estádio Independência, em Belo Horizonte, porque a vitória sobre o América Mineiro, na última rodada, ainda pode dar ao São Paulo uma vaga na pré-Libertadores, dependendo de outros resultados. O técnico Rogerio Ceni terá reunião com os dirigentes, na próxima semana, para traçar o planejamento para a campanha de 2022.

O JUVENTUDE, DO TÉCNICO CARIOCA JAIR VENTURA, caiu para o 17º lugar, com 43 pontos, após a 14ª derrota, 9ª como visitante, 2ª por 3 x 1, e já não depende só da vitória sobre o Corinthians, em Caxias do Sul, na última rodada. Para escapar do rebaixamento, o Juventude tem que vencer, e torcer para o Bahia, 16º com 43 pontos, não ganhar fora de casa do Fortaleza, porque se terminarem iguais com 46 pontos, o Bahia terá a vantagem de mais uma vitória.

O CUIABÁ, DO TÉCNICO CARIOCA JORGINHO, 15º com 46 pontos, subiu duas posições ao vencer o Fortaleza por 1 x 0, gol de Elton, de pênalti, na noite de ontem (6), na Arena Pantanal, e só precisa empatar fora de casa com o Santos. Se perder, e Bahia e Juventude vencerem, o Cuiabá, com 10 vitórias, será rebaixado, por menos vitórias que o Bahia (12) e o Juventude (11). O Cuiabá só teria vantagem no 2º item de desempate, o de saldo de gols, que é negativo dos três:  Cuiabá (-3), Bahia (-8), Juventude (-9).

Foto: Reprodução