Dois meses depois de ganhar a Copa América no Maracanã, com os 3 x 1 sobre o Peru, no domingo 7 de julho, a seleção brasileira volta a entrar em campo na noite de hoje (6) para o amistoso, em Miami, na Flórida, com a Colômbia, do técnico português Carlos Queiroz, única que não sofreu gol e foi eliminada pelo Chile (0 x 0), nos pênaltis.

BOM TESTE – O Brasil encontra dificuldade em jogo com seleções fechadas, que marcam bem em seu próprio campo e encurtam sempre o espaço do adversário. É o caso da Colômbia, que no amistoso de hoje (6), não terá o meia James, com lesão na coxa, e o atacante Falcao Garcia, que ainda não jogou em 2019.

NEYMAR – Não se sabe como reagirá na volta aos campos, após ter sido cortado da Copa América por uma lesão, e depois da tentativa frustrada do retorno ao Barcelona, que o deixou muito desgastado no PSG. Neymar jogará com Richarlison e Firmino, confirmado como titular após a suspensão de Gabriel Jesus pela expulsão na final da Copa América.

TERCEIRO -O Brasil jogará pela terceira vez no Hard Rock, estádio que mudou de nome pela sétima vez. Já foi Joe Robbie Stadium, Pro Player, Dolphins, Land Shark, Sun Life e New Miami Stadium. Multiuso, é utilizado em futebol americano, beisebol, rugby e soccer, como o futebol é tratado nos Estados Unidos. Será o terceiro jogo do Brasil no estádio, com 75.540 lugares: 5 x 0 em Honduras em 2013 e 1 x 0 na Colômbia em 2014.

ÚLTIMO DE FALTA – A seleção brasileira está completando cinco anos sem um gol de falta. O último que marcou, por coincidência, foi no amistoso de 5 de setembro de 2014, com a Colômbia, no mesmo estádio do jogo da noite de hoje (6). O Brasil venceu 1 x 0, com o nono gol de falta de Neymar, que então completou 36 gols em 54 jogos pela seleção. O gol foi aos 37 do segundo tempo do jogo que marcou a volta do técnico Dunga, após a Copa de 2010.

BRASIL – Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Tiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Phillippe Coutinho; Richarlison, Neymar e Firmino. Depois da eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo 2018 – 2 x 1 para a Bélgica -, será o décimo sétimo jogo do técnico Tite, com 13 vitórias e 3 derrotas. O amistoso da próxima terça (10) será com o Peru, em Los Angeles, cidade com mais habitantes do estado da Califórnia.

COLÔMBIA – Ospina, Medina, Mina, Sanchez e Tesillo; Barrios, Uribe e Juan Cuadrado; Zapata, Muriel e Martinez. A Colômbia é a quinta seleção que o técnico Carlos Queiroz, de 66 anos, ex-goleiro, dirige. Ele já comandou Portugal, Emirados Árabes, África do Sul e Irã, na Copa de 2018. Foi técnico do Benfica, Sporting, Real Madrid e assistente do Manchester United.

Foto: Jornal Cruzeiro do Sul