Denunciado por tentativa de extorsão pelo artilheiro Robert Lewandowski, do Bayern Munique, campeão alemão e da Liga dos Campeões, em que joga desde 2014, o agente Cezary Kucharski, de 48 anos, ex-atacante do Legia Varsovia, foi preso na agência com suas iniciais CK Sports, no Centro da capital Varsóvia, por decisão do Ministério Público da Polônia.  Ele tentou extorquir 20 milhões de euros (R$120 milhões), após fracassar na tentativa da transferência de Lewandowski, em 2018, para o Real Madrid.

CHANTAGEM – De acordo com matéria da revista Der Spiegel (O Espelho, em alemão), editada em Hamburgo, a fracassada tentativa de Cezary Kucharski de extorquir Lewandowski, foi um ato de delírio, sem nenhum fundamento, e que em verdade não passou de pura chantagem, difamação e assédio. O tablóide polonês Super Express, de grande circulação em Varsóvia, endossou a linha de raciocínio e ressaltou que “a correção do artilheiro do Bayern é absolutamente inatingível”.

DESCOBERTA – Lewandowski descobriu que o agente tentou enganá-lo em 1 milhão de euros, ao dizer que ganharia 15 milhões de euros por temporada no Real Madrid, quando no documento que forjou estava escrito 14 milhões, e o contrato era de cinco anos e não de quatro, como havia dito. Agora, o novo agente do artilheiro é o israelense Pini Zahavi, de 77 anos, com escritório em Tel Aviv, onde em 2003 ganhou uma fortuna, ao intermediar a compra do Chelsea pelo bilionário russo Roman Abramovic.

NA LIDERANÇA – Mesmo sem gol de Lewandowski, o Bayern manteve 100% de aproveitamento na liderança do Grupo A da fase de grupos da Champions, ao vencer (2 x 1) o Lokomotiv Moscou, na noite desta terça (27), com a presença autorizada de dois mil torcedores no estádio do Lokomotiv (28.800 lugares). O volante Leo Goretzka fez 1 x 0 aos 13, com assistência de Thomas Muller, que completou 545 jogos. No segundo tempo, o meia Anton Miranchuk empatou aos 24, e o volante Joshua Kimmich marcou o da vitória aos 34. Sexta derrota do Lokomotiv, que perdeu todos os seis jogos com equipes alemães.

BRASILEIROS – Dirigido pelo técnico sérvio Marco Nikolic, de 41 anos, o Lokomotivtem dois brasileiros: o goleiroGuilherme, de 34 anos, 1,97m, mineiro de Cataguases, campeão paranaense de 2005 com o Athletico, que o vendeu em 2017, quando se naturalizou russo para jogar pela seleção, que já defendeu em 15 jogos, e o zagueiroMurilo, de 23 anos, 1,87m, baiano de São Gonçalo dos Campos, bicampeão mineiro (2018-19) e da Copa do Brasil (2017-18) pelo Cruzeiro, que o vendeu em 2019.

PORTUGUÊS BRILHA – Quarto mais caro das transferências europeias de 2019, o atacante João Félix, de 20 anos, português de Viseu, brilhou com dois gols na virada (3 x 2) do Atlético de Madrid sobre o alemão Salzburg, na noite desta terça (27), no estádio Wanda Metropolitano. O Atlético fez 1 x 0 com Llorente, e o Salzburg virou com os gols de Szoboszlai e Berisha, mas os dois gols de João Félix, comprado do Benfica em 2019 por 126 milhões de euros, deram a primeira vitória ao Atlético de Madrid, vice-líder do Grupo B com 3 pontos, depois de goleado (4 x 0) na estreia pelo Bayern Munique, líder com 6 pontos.

Foto: Onet