Escolha uma Página

Foto: fcbayern.com

Ajax e Bayern de Munique já entraram classificados no jogo da noite desta quarta (12), na Arena Johann Cruyff, em Amsterdã, capital da Holanda, e o Bayern tinha a vantagem do empate para ser primeiro do Grupo E da Liga dos Campeões. E foi o que aconteceu, com o Ajax se livrando da derrota no minuto final dos cinco de acréscimos dados pelo árbitro francês Clément Turpin, que também expulsou um jogador de cada time, devido às patadas na cara dos adversários.

O primeiro expulso foi o atacante Thomas Muller, do Bayern, que saiu direto para o vestiário, antes mesmo de o árbitro mostrar o cartão vermelho, após acertar a cara do lateral-esquerdo argentino Tagliafico com a sola da chuteira. Logo depois, o jovem zagueiro austríaco Maximilian Wober, 20 anos, foi expulso por um pontapé na cara do meio-campo alemão Leon Goretzka, em cenas deploráveis e que mereceram reação de revolta dos torcedores.

DUAS VIRADAS – O Bayern saiu para o intervalo em vantagem, com o gol de Robert Lewandowski, aos 13. O Ajax fez 2 x 1 com os gols do atacante montenegrino Dusan Tadic, aos 13 e aos 32. Lewandowski empatou aos 37, cobrando pênalti cometido por Tagliafico, e Coman, aos 45, fez a segunda virada, colocando o Bayern em vantagem. O Ajax empatou aos 50 minutos com o gol de Tagliafico. O polonês Robert Lewandowski, do Bayern, isolou-se na artilharia com 8 gols.

O Bayern somou 14 pontos em seis jogos, com 4 vitórias e 2 empates, marcando 15 gols e sofrendo 5. O Ajax, em segundo no Grupo E, somou 12 pontos, com 3 vitórias e 3 empates, 11 gols marcados e 5 sofridos. BAYERN, AJAX, BARCELONA e PORTO se classificaram INVICTOS às oitavas de final.