Escolha uma Página

DEPOIS DE TRÊS DERROTAS CONSECUTIVAS, o Alianza Lima, adversário de estreia do Fluminense na Libertadores, na próxima 4ª feira (3), venceu com facilidade o Club Deportivo Los Chankas, 12º entre os 18, por 3 x 0, na noite de ontem (28), no Estádio Nacional de Lima, na abertura da 9ª rodada do Campeonato Peruano.

COM A 5ª VITÓRIA, após quatro derrotas, o Alianza Lima, único sem empate, subiu duas posições e está em 7º, com 15 pontos, a 5 do líder Universitário, atual campeão e recordista peruano com 27 títulos. O Alianza Lima, bicampeão 2021-22, tem 25 títulos, e o Sporting Cristal, também de Lima, foi 20 vezes campeão.

O ALIANZA LIMA já saiu para o intervalo com 2 x 0, gols do zagueiro Carlos Zambrano, destro, 34 anos, 1,85m, aos 15 e aos 36 minutos. Ele foi da seleção peruana na Copa América, bronze em 2015, prata em 2019. No 2º tempo, o atacante panamenho Cecílio Waterman, de 32 anos, emprestado pelo Cobresal, do Chile, marcou de cabeça o 3º gol aos 29 minutos.

O TÉCNICO DO ALIANZA é Alejandro Restrepo, de 42 anos, colombiano de Medellin, e caiu no gosto dos jogadores, por ser simples e objetivo nas instruções, como resumiu o zagueiro Carlos Zambrano, capitão do time. Em seu último trabalho na Colômbia, saiu do Nacional de Medellin com 23 vitórias e 12 empates.

O ALIANZA LIMA pode repetir contra o Fluminense a escalação do 3 x 0 da noite de ontem (28): Franco Saravia, Jiovany Ramos, Carlos Zambrano (c), Renzo Garcés e Kevin Serna; Catriel Cabellos, Sebastián Rodriguez, Jesus Castillo e Pablo Freytes; o panamenho Cecílio Waterman e o uruguaio Gabriel Costa.

ALIANZA LIMA x FLUMINENSE, 4ª feira (3), será apitado pelo uruguaio Andrés Matonte, que amanhã (30) completa 36 anos. Árbitro Fifa desde 2019, apitou a final da Recopa Sul-Americana Flamengo 4 x 5 Del Valle, nos pênaltis, no Maracanã (1/3/2023), e Croácia 4 x 1 Canadá, na Copa do Mundo (27/11/22).

NO CAMPEONATO PERUANO, o Allianz Lima foi punido e não pode jogar em seu estádio Alejandro Villanueva, onde receberá o Fluminense na próxima 4ª feira (3). Por isso, joga no Estádio Nacional de Lima, onde venceu o Los Chankas (3 x 0), na noite de ontem (28).

SERÁ A VIAGEM MAIS LONGA do Fluminense na fase de grupos da Libertadores de 2024, em 3.847 km de voo sem escala de 5h30 do Rio a Lima. Mas os jogadores e a comissão técnica gostaram do sorteio, que os livrou da altitude e de ter que jogar em cidades do interior, sempre com a conexão mais complicada.

Foto: RPP e ESPN