Com atuação destacada do atacante Matthew Hoppe, de 19 anos, primeiro americano a marcar três gols em um jogo, na história de 88 anos do Campeonato Alemão, o Schalke voltou a vencer depois de 30 jogos, e com a goleada (4 x 1) sobre o Hoffenheim por 4 x 0, ontem (9), na Arena Veltins, na cidade de Gelsenkirchen, evitou igualar o recorde negativo do Tasmania Berlim, que na temporada 1965-66, ficou 31 jogos sem vencer. O Schalke é penúltimo colocado, só 1 ponto à frente do Mainz.

A ÚLTIMA – O Schalke foi sete vezes campeão alemão, a última em 1957-58, e havia ganhado o último jogo no campeonato em 17 de janeiro de 2020, com 2 x 0 sobre o Borussia Monchengladbach. Desde então, o clube trocou quatro vezes de técnico, até que o suíço Christian Gross, de 66 anos, conseguiu com que o time voltasse a vencer ontem (9), em seu segundo jogo, com exibição que surpreendeu. Gross foi zagueiro e ganhou seis campeonatos suíços, dois no Grasshopper e quatro no Basel.

HAT-TRICK – Matthew Hoppe, o primeiro americano a fazer três gols em um jogo no campeonato alemão, é de Yorba Linda, cidade do estado da Califórnia, onde nasceu Richard Nixon – 1913 – 1994 -, trigésimo sétimo presidente dos Estados Unidos, e torcedor do New York Cosmos, que acompanhou muito na época de Pelé, seu amigo pessoal, e dos capitães campeões mundiais Carlos Alberto Torres (1970) e Franz Beckenbauer (1974). O outro gol do Schalke foi do meia francês Amine Harit, de 23 anos.

                                      MESSI ASSUME ARTILHARIA COM BELO GOL DE FALTA

Sete vezes artilheiro de La Liga, como é tratado o Campeonato Espanhol, Messi marcou dois gols nos 4 x 0 de ontem (9) sobre o Granada, no estádio Nuevo Los Cármenes, e assumiu a artilharia com 11, mais um gol que Gerard Moreno, do Villarreal, que estava há onze rodadas liderando. Os outros dois gols do Barcelona foram do francês Antoine Griezmann, que não marcava desde 29 de novembro na vitória sobre o Osasuna.

15 CONSECUTIVAS – Com onze gols em dezoito rodadas, Messi completou a décima quinta temporada consecutiva marcando mais de dez gols. Em primorosa cobrança de falta, rasteira e colocada no canto, sem chance para o goleiro português Rui Silva, de 26 anos, 1,90m, Messi chegou aos 25 gols de falta, superando qualquer time dos cinco principais campeonatos europeus. A Juventus, eneacampeã italiana, é a segunda equipe em aproveitamento de faltas, com 19 gols.

600 JOGOS – O volante Sergio Busquets, de 32 anos, no clube desde 2008, entrou ontem (9), com grande atuação na goleada sobre o Granada, para o grupo seleto de jogadores que fizeram 600 jogos ou mais pelo Barcelona. Busquets é o quarto da lista, depois de Xavi Hernandez, com 767 jogos; Messi, 752, e Andrés Iniesta, 674. Bom dizer: Sergio Busquets é filho de Carles Busquets, de 53 anos, que foi goleiro do Barcelona e trabalha no clube desde 2010-11 como treinador de goleiros.

REAL MADRID – No estádio El Sadar, em Pamplona, o Real Madrid ficou no 0 x 0 com o Osasuna, penúltimo colocado. O técnico Zidane e os jogadores criticaram a realização do jogo sob neve, mas não conseguiram impedir que fosse suspenso. Casemiro, meia titular da seleção, foi o único brasileiro na equipe madrilenha. O Real Madrid é vice-líder com 37, a 1 ponto do Atlético de Madrid, que tem menos três jogos. Em ascensão, o Barcelona saltou do sétimo para o terceiro lugar com 34 pontos.

                                      MAIS UMA RODADA DE LIDERANÇA DO MILAN

O atacante português Rafael Leão, de 21 anos, voltou a se destacar na décima segunda vitória do Milan, que manteve a liderança do Campeonato Italiano com 40 pontos, ao vencer (2 x 0) o Torino, ontem (9), no mítico estádio de San Siro. Leão marcou o primeiro gol aos 25, com um toque de classe na saída do goleiro Salvatore Sirigu. O segundo gol foi de pênalti de Andrea Belotti em Brahim Diaz, que o marfinense Franck Kessié, de 24 anos, converteu aos 31 do segundo tempo.

IBRAHIMOVIC – Sem jogar desde 22 de novembro, devido à lesão muscular, o atacante sueco Ibrahimovic, de 39 anos, voltou ao time uma semana antes do previsto, substituindo Rafael Leão aos 39 do segundo tempo. O Milan lidera com 40 pontos – 12 vitórias, 4 empates, 1 derrota – e não será alcançado na rodada, mesmo que a Inter, com 36, ganhe hoje (9) da Roma, do técnico português Paulo Fonseca, terceira colocada com 33. A Atalanta, em quarto com 31, goleou (4 x 1) o Benevento, e a Juventus, em quinto com 30, completa o domingo da rodada 17 com o Sassuolo.

foto: Jogada 10