MESMO SEM O CAPITÃO MESSI, a Argentina venceu o Chile por 2 x 1, na noite de ontem (27), no estádio municipal da cidade chilena de Calama, na altitude de 2.300 metros, e completou 28 jogos de invencibilidade, com 10 vitórias e 8 empates, confirmando sua 18ª participação em Copas do Mundo, que ganhou em 1978 e 1986, e foi vice-campeã em 1990. Com todos os gols no 1º tempo, Di Maria, de fora da área, e Lautaro Martinez marcaram aos 9 e aos 34 minutos.

2ª COPA SEM COPA – O Chile chegou a empatar aos 19, com o belo gol de cabeça do atacante Brereton, mas não vai à segunda Copa consecutiva em 2022. A melhor classificação do Chile, em oito Copas, foi o 3º lugar, em 1962, na única que promoveu e em que o Brasil foi bicampeão. Em 7º, com 16 pontos, o Chile terminará as eliminatórias em dois jogos como visitante, 3ª (1 de fevereiro), com a Bolívia, e em março com o Brasil.

HORAS DEPOIS DE O BRASIL empatar em 1 x 1 com o Equador, a Argentina manteve o 2º lugar e diminuiu a diferença para 4 pontos (36 a 32), ao ganhar do Chile. Com menos duas vitórias que o Brasil (9 a 11), a Argentina tem saldo de 15 gols (22 a 7), e não pode mais ser alcançada pelo Equador, 3º com 24 pontos, 7 vitórias e saldo de 10 gols (24 a 14). O técnico Lionel Scaloni, ex-lateral de 43 anos, destacou a aplicação da seleção na vitória por 2 x 1 sobre o Chile.

URUGUAI MANTÉM CHANCE – Com a vitória da noite de ontem (27) sobre o Paraguai por 1 x 0, no estádio La Olla, em Assunção, o Uruguai mantém a chance de classificação, mesmo que seja na repescagem. Luis Suarez fez o gol aos 4 do 2º tempo e é o 3º artilheiro das eliminatórias com 6 gols, menos 1 que Neymar e 3 que o boliviano Marcelo Moreno. O zagueiro paraguaio Gustavo Gomez, do Palmeiras, foi expulso nos minutos finais pelo árbitro argentino Dario Herrera e está fora do jogo de 3ª (1) com o Brasil, no Mineirão.

O URUGUAI é o 4º colocado com 19 pontos e 5 vitórias, mas tem saldo negativo de 5 gols (16 a 21), e pode cair para o 5º lugar, se a Colômbia, com 17 pontos, vencer hoje (28), em casa, o Peru, 6º com 17 pontos, que também briga pelo menos pela vaga da repescagem. Bom lembrar: campeão da 1ª Copa, que promoveu em 1930, e da 4ª Copa, em 1950, no Maracanã, o Uruguai tenta a classificação para sua 14ª Copa do Mundo.

Foto: Esteban Felix-Pool/Getty Images