Repetindo o que fez nos jogos de ida, a Confederação Sul-Americana de Futebol anunciou ontem (11) que o árbitro argentino Patrício Loustau apitará o segundo Flamengo x Grêmio, dia 23, no Maracanã, e que o árbitro brasileiro Wilton Sampaio apitará o segundo Boca x River, dia 22, no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires.

FILHO DE PEIXE – Patrício Loustau, de 44 anos, nascido em Buenos Aires, em 15 de abril de 1975, é da FIFA desde 2011. Dedica-se à publicidade, com um grande escritório na capital argentina. Seu pai, Juan Carlos Loustau, hoje aos 73 anos, foi o árbitro argentino na Copa do Mundo de 1990 na Itália, expulsando dois no jogo Alemanha x Holanda.

VAR NO MARACANÃ – O supervisor do árbitro de video em Flamengo x Grêmio será o paulista Raphael Claus, que amanhã (13) apitará o clássico São Paulo x Corinthians, às 18 horas, no estádio do Morumbi. Bom lembrar: em Grêmio 1 x 1 Flamengo, o árbitro argentino Néstor Pitana, após consultar o VAR, não confirmou três gols do Flamengo.

BRASILEIRO – Wilton Pereira Sampaio, de 37 anos, nascido em 25 de dezembro de 1981, em Teresina de Goiás, região nordeste do estado, a 490 km da capital Goiânia, apitará o segundo Boca x River, dia 22, no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires. Árbitro FIFA desde 2013 e aparece como um dos cotados do Brasil para a Copa do Mundo de 2022. O VAR terá a supervisão do árbitro argentino Mauro Vigliano.

BOM LEMBRAR – O Flamengo terá a vantagem do 0 x 0 para ser finalista, pelo gol fora de casa no 1 x 1 do jogo de ida em Porto Alegre. O River pode perder por um gol, pela vitória (2 x 0) no primeiro jogo em seu estádio Monumental de Nuñez. Pela primeira vez, a Copa Libertadores será decidida em jogo único, no sábado, 23 de novembro, no Estádio Nacional de Santiago, capital do Chile.

Foto: AFP / JUAN MABROMATA