Escolha uma Página

CAPITÃO da seleção desde 2014, recordista de jogos (135) e de gols (76), Robert Lewandowski, de 33 anos, chorou ao marcar o primeiro gol em Copa do Mundo, aos 37 do 2º tempo, na vitória deste sábado (26) da Polônia sobre a Arábia Saudita por 2 x 0, no estádio Cidade da Educação. 

A POLÔNIA assumiu a liderança do Grupo C, com 4 pontos, sem sofrer gol, depois do 0 x 0 na estreia com o México, e já vencia no 1º tempo, com o gol do meia Piotr Zielinski, de 28 anos, do Napoli, líder e único invicto do Campeonato Italiano 2022-2023. Desde a Copa de 1986, no México, a Polônia não vai às oitavas de final.

OITO VEZES consecutivas campeão e artilheiro do Bayern Munique, Lewandowski bateu na temporada 2020-2021, com 41 gols, o recorde de 49 anos de Gerd Muller, que marcou 40 gols em 1971-1972, após ser artilheiro da Copa do Mundo de 1970 com 10 gols. Lewandowski recusou convites para se naturalizar alemão.

O GOLEIRO Wojciech Szczesny, de 32 anos, nascido na capital Varsóvia, foi outro destaque da seleção da Polônia, com cinco defesas notáveis, a mais importante a do pênalti do meia Al Dawsari, que teve rebote, mas ele também defendeu. Szczesny é da Juventus de Turim, comprado do Arsenal em 2017, e foi tricampeão italiano.

POLÔNIA 2 x 0 ARÁBIA SAUDITA foi o segundo jogo da Copa de 2022 com arbitragem segura do goiano Wilton Sampaio, após Holanda 2 x 0 Senegal. Ele marcou 33 faltas (18 da Polônia) e aplicou cinco cartões amarelos, dois em jogadores sauditas.

Foto: OJOGO, Al Jazeera, El Universo