Com o técnico argentino Diego Simeone a seu lado, o artilheiro Diego Costa exibiu a camisa 14 do Atlético de Madrid,usada por Virginia Torrecilla, que se emocionou e chorou, ao assistir em casa. Toda a Espanha também se sensibilizou com o gesto humanitário do atacante brasileiro após marcar o gol.

O Campeonato Espanhol viveu neste domingo (14) um momento muito especial de emoção e ternura, provocado pelo brasileiro Diego Costa, atacante sergipano de 31 anos, natural de Lagarto, a 75 km da capital Aracaju, ao marcar o gol do Atlético de Madrid, no 1 x 1 com o Atlético de Bilbao, no estádio de San Mamés, na cidade portuária de Bilbao, capital do País Basco, na região Norte, a 398 km de Madrid. Ele homenageou a meia-atacante Virginia Torrecilla, de 25 anos, da seleção da Espanha, que se recupera da retirada, há duas semanas, de um tumor do cérebro, exibindo a camisa 14, que ela usa no Atlético de Madrid.

COMOVENTE – Os principais jornais esportivos editados em Madrid, Marca e Mundo Deportivo, destacaram o gesto comovente de Diego Costa, que sensibilizou muito toda a Espanha, na torcida pela recuperação rápida e completa de Virginia Torrecilla. Por sua vez, emocionada e sem conter as lágrimas, ao assistir em casa, ela usou as redes sociais para publicar mensagem de agradecimento ao atacante: “Não tenho palavras… Você é incrível! Obrigada de coração”. Antes do Atlético de Madrid, Virginia jogou no Barcelona e no Montpellier, melhor time do Sul da França.

ÚLTIMA VAGA – Com Barcelona, Real Madrid e Sevilha garantidos, o Atlético de Madrid ainda tenta a última vaga da Champions League 2020-2021, em acirrada disputa com a Real Sociedad, que ficou no 1 x 1 em casa com o Osasuna, e o Getafe, que perdeu fora de casa para o Granada (2 x 1), todos com 46 pontos. Em sexto, o Atlético de Madrid venceu 11 dos 28 jogos e é o que mais empatou (13), mas o segundo que menos perdeu (4), só abaixo do vice-líder Real Madrid, que sofreu só três derrotas.

IDENTIDADE – Depois de Messi, desde garoto no Barcelona, Diego Costa é o estrangeiro com mais identidade em um clube espanhol. Na Europa desde os 18 anos, jogou 2006-07 no Sporting de Braga, e no Atlético de Madrid, de 2007 a 2014, com 64 gols em 135 jogos, voltando em 2018, depois de três temporadas no Chelsea, com 59 gols em 120 jogos, entre 2014 e 2017. Na carreira, Diego Costa marcou 177 gols em 454 jogos, dos quais 78 em 194 jogos no Atlético de Madrid.

APERTADO – O técnico Diego Simeone, argentino de 50 anos, está em situação desconfortável porque à frente do time desde 2011, só ganhou o título espanhol de 2013-14 e desde então o Atlético de Madrid atendeu a todos os seus pedidos de contratação. O vínculo dele com o clube é antigo, de 1994 a 2005, com 145 jogos como meio-campo de boa técnica, mas também só campeão uma vez, em 95-96.

Fotos: Atlético de Madrid e Getty Images