Escolha uma Página

Com dois gols de Pablo, que não marcava há nove jogos, o São Paulo ganhou (2 x 1 de virada) do Santos, ontem (14), com os portões do Morumbi fechados, e garantiu a classificação antecipada nas semifinais do campeonato. O Santos fez 1 x 0, gol de Artur Gomes, aos 30, após cruzamento de Pará, mas já saiu para o intervalo com menos um, devido à expulsão do meia Jobson, aos 46, por falta dura e maldosa em Daniel Alves.

A VIRADA – O técnico Fernando Diniz substituiu no intervalo o zagueiro Bruno Alves pelo artilheiro Pablo, que empatou aos oito minutos, aproveitando a saída errada de Everson, que deixou o gol vazio,após a falta de Daniel Alves, e fez o gol da virada aos 22, completando de cabeça o cruzamento de Pato. Foi o primeiro clássico que o São Paulo ganhou em 2020, e o paranaense Pablo, de 27 anos, chegou aos 10 gols em 39 jogos pelo São Paulo.

COBRANÇA – O técnico português Jesualdo Ferreira, de 73 anos, volta a ser cobrado pelos torcedores, inconformados porque o Santos ainda não conseguiu vencer um clássico em 2020. São Paulo 2 x 1 Santos teve boa arbitragem de Luiz Flavio Oliveira, que aplicou cinco cartões amarelos: Tchê Tchê, Arboleda e Pablo, do São Paulo, e Artur Gomes e Jobson, que depois foi bem expulso pela entrada desleal em Daniel Alves.

DECEPÇÃO – Os torcedores do Palmeiras saíram decepcionados com o 0 x 0 no estádio major Levy Sobrinho, em Limeira, a 148 km da capital, ontem (14), com a Internacional de Limeira, agora dirigida pelo ex-meia Elano, do Santos. Vice-líder do Grupo B, o Palmeiras perdeu a chance de assumir a liderança, mesmo com a Inter com menos um, desde os sete do segundo tempo, quando o lateral Airton foi bem expulso pelo árbitro Vinícius Furlan, após atingir o lateral-esquerdo Matias Viña. O Palmeiras faz o clássico da próxima rodada na Arena Corinthians.

Foto: goal.com