Pelo valor simbólico de seis milhões de euros, o Barcelona liberou hoje (23) o atacante uruguaio Luis Suarez, de 33 anos, para o Atlético de Madrid, onde será apresentado sexta (25) para cumprir dois anos de contrato, ganhando 9 milhões de euros por ano, o equivalente a 57 milhões de reais. Sob muita emoção, Suarez realizou o último treino, sem evitar as lágrimas ao se despedir dos companheiros de seis temporadas consecutivas, especialmente de Messi, amigo pessoal.

SEXTO CLUBE – Luis Alberto Suarez, natural de Salto, a 500 km da capital Montevidéu, começou campeão no Nacional do Uruguai, que defendeu entre 2005 e 2006, com 12 gols em 34 jogos. Sua primeira escala na Europa foi a Holanda, com 15 gols em 37 jogos pelo Groningen, e depois o Ajax, com 111 gols em 159 jogos, entre 2007 e 2011. O penúltimo salto foi no Liverpool, entre 2001 e 2014, com 82 gols em 133 jogos, e depois o Barcelona, onde ganhou todos os títulos, com 198 gols em 283 jogos, de 2014 a 2020.

ARTILHEIRO – Luis Suarez é o terceiro maior artilheiro da história centenária do Barcelona, com 198 gols em 283 jogos, superado apenas pelo maior de todos, o argentino Lionel Messi, com 634 gols em 731 jogos, e pelo espanhol Cesar, que nos anos 30/40 marcou 232 gols. Na seleção uruguaia, que defende desde 2007 e foi capitão e melhor jogador na conquista da Copa América 2011, “El Pistolero” – um de seus apelidos – marcou 59 gols em 113, um dos principais artilheiros.

SIMEONE – O técnico argentino Diego Simeone, de 50 anos, ex-meia, com 145 jogos e 28 gols pelo clube, mostrou-se feliz com a chegada de Luis Suarez, que será apresentado aos novos companheiros sexta (25), entre eles o lateral-esquerdo Renan Lodi, ex-Atlético de Madrid. Em sua nona temporada consecutiva no comando da equipe, Simeone dirige o Atlético de Madrid desde 2011, e acredita que Suarez fará boa parceria com o meia-atacante português João Félix, de 20 anos, de muita qualidade técnica.

Foto: OneFootball