Terceiro time do Brasileiro a marcar dois mil gols, igualando-se ao Santos e ao São Paulo, o Atlético mantém Minas na liderança, em noite do segundo jogo consecutivo de três gols em uma semana do atacante Keno, ao vencer (3 x 1) o Grêmio, na noite de ontem (26), no Mineirão. Com a oitava vitória, terceira seguida, o Atlético tem 24 pontos em 11 jogos, ataque mais positivo (21), média de 1.90 por jogo, sofreu três derrotas e é o único que ainda não empatou.

O ARTILHEIRO – Uma semana depois dos três gols na vitória (4 x 3) sobre o Atlético Goianiense, Keno fez outro hat-trick nos 3 x 1 da noite de ontem (26) sobre o Grêmio, passando a figurar, com seis gols, entre os principais artilheiros do Brasileiro 2020: Tiago Galhardo, do Internacional, com 9German Cano, do Vasco, e Marinho, do Santos, com 7. O primeiro dos três gols de Kenofoi o gol 2000 do Atlético Mineiro no Brasileiro, feito que só Santos e São Paulo haviam conseguido.

GOLS 1000 e 2000 – No segundo tempo, Keno fez o segundo gol aos seis minutos, com leve desvio no zagueiro David Braz. O gol do Grêmio, aos 10, foi de Isaque, de cabeça, e aos 21, após lançamento preciso do goleiro Everson, que treina muito a jogada, Keno fez o terceiro gol com um toque sutil na saída do goleiro Paulo Victor.

Bom lembrar: na próxima quarta (30) faz 19 anos que Marques fez o gol 1000 do Atlético em Campeonato Brasileiro, na virada (2 x 1) sobre o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, em 30 de setembro de 2001Bilu fez o gol do Goiás, Marques empatou e o lateral Cicinho marcou o gol da vitória.Superando o lateralPaulo Roberto Prestes, com 189, o atacanteMarquesfoi o que mais vestiu a camisa do Atlético, em 192 jogos, com 132 gols.

OS LÍDERES – Everson, Guga (Bueno), Igor Rabelo, Junior Alonso e Arana; Jair, Nathan (Allan) e Franco (Hyoran); Sasha (Marrony), Keno e Savarino (Savio) – os líderes do Campeonato Brasileiro 2020, orientados pelo técnico argentino Jorge Sampaoli, de 60 anos, vice-campeão brasileiro em 2019 dirigindo o Santos. O próximo jogo, pela décima terceira rodada, será com o Vasco, domingo (4 de outubro), no Mineirão.

O GRÊMIO escalou o que se convencionou chamar de time alternativo, a fim de poupar vários titulares para o jogo da próxima terça (29), em Porto Alegre, com a Universidad Católica do Chile, pela Libertadores: Paulo Victor, Victor Ferraz, David Braz, Paulo Miranda e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Mateus Henrique e Darlan (Guilherme Azevedo); Robinho (Luis Fernando), Isaque (Rildo) e Pepê (Ferreira). Com 13 pontos em 11 jogos – 2 vitórias, 2 derrotas, 7 empates, zerado no saldo de gols (10 a 10) -, o time volta ao Brasileiro para mais um Gre-Nal, sábado (3), na Arena Grêmio.SÓ DOIS CARTÕES – Apesar de disputado com muita intensidade, Atlético Mineiro 3 x 1 Grêmio foi um jogo limpo e o árbitro Caio Max Augusto Vieira, da Federação do Rio Grande do Norte, só fez duas advertências com cartão amarelo, no segundo tempo: ao volante Jair, do Atlético, por falta em Robinho, aos 20 minutos, e ao atacante Luis Fernando, do Grêmio, por reclamação, aos 34 minutos do segundo tempo.

INTER E SÃO PAULO, EMPATE E EXPULSÃO

Na Arena Beira Rio, em Porto Alegre, resultado justo em Internacional 1 x 1 São Paulo, refletindo bem o equilíbrio do jogo em que os gols foram marcados no primeiro tempo. Tiago Galhardo, artilheiro isolado do campeonato com 9, usou a cabeça, em boa impulsão entre os zagueiros, para fazer o gol do Inter, aos 20 minutos. Luciano, aos 26, fez o gol do São Paulo, após Pablo desviar de cabeça a cobrança de falta do lateral Reinaldo.

O INTERNACIONAL jogou com menos um desde os 15 do segundo tempo, quando o árbitro Marcelo de Lima Henrique, da Federação do Rio de Janeiro, acertou na expulsão do zagueiro Zé Gabriel, por falta dura no meia Igor Gomes. Terceiro empate do Internacional, vice-líder com 21 pontos em 12 jogos, e quarto empate do São Paulo, terceiro com 19 pontos em 11 jogos. 19 empates entre ambos no Brasileiro, com 25 vitórias do São Paulo e 17 do Internacional em 61 jogos.

BAHIA PODE TERMINAR NA LANTERNA

Com a terceira derrota desde que o técnico Mano Menezes assumiu, o Bahia, com 9 pontos, pode terminar a rodada em último lugar, se neste domingo (27), na Arena Castelão, em Fortaleza, o Goiás vencer o Ceará. O gol da vitória (1 x 0) do Athletico Paranaense sobre o Bahia, ontem (26), na Arena da Baixada, em Curitiba, foi do atacante Christian, de 19 anos, paulista de Jundiaí, aos 24 do segundo tempo, com uma cabeçada certeira no ângulo, após cruzamento do lateral Abner.

PEGOU PÊNALTI – O Bahia teve a chance do empate aos 35, mas o goleiro Santos escolheu o canto certo e defendeu o pênalti que Clayson cobrou à sua esquerda. Foi o próprio goleiro que fez o pênalti, derrubando o atacante Rossi na pequena área. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro, da Federação Mineira, confirmou após consulta ao VAR. Quatro do Athletico advertidos com cartão amarelo – Erik, Jonathan, Alvarado e Tiago Heleno, fora do próximo jogo , e do Bahia, só o atacante Saldanha.

O BOTAFOGO é o próximo adversário do Bahia, quarta (30), no estádio Nilton Santos, em jogo adiado da primeira rodada porque o time, então dirigido pelo técnico Roger Machado, disputava as finais do Campeonato Baiano. Antes do jogo com o Flamengo, pela décima terceira rodada, domingo (4), no Maracanã, o Athletico jogará terça (29), na Arena da Baixada, em Curitiba, com o Jorge Wilsterman, da Bolívia, pela Libertadores.

Foto: Goal