Um dia antes da estreia do Botafogo, o Atlético Mineiro é o primeiro alvinegro a estrear na segunda fase da Copa Sul-Americana 2019, na noite desta penúltima terça (21) de maio, no estádio Nicolás Chahuán Nazar, em Valparaíso, com a Union La Calera, equipe da primeira divisão do Chile, mas que até hoje só ganhou dois campeonatos da terceira e três da segunda divisão. O árbitro Roddy Zambrano, de 41 anos, chefe de cozinha no Equador, apitará pela primeira vez um jogo do Atlético.

LA CALERA, que significa pedreira de cal, por ser a maior produtora do país, dista 118 km da capital Santiago. Foi nessa pequena cidade da região de Valparaíso, cidade portuária que esconde muitos tesouros em seus labirintos de 45 colinas, como as incontáveis galerias de arte, que Pablo Neruda – 1904 – 1973 -, Nobel de Literatura de 1971, e o mais famoso poeta chileno, viveu em uma casa confortável, comprada em 61, no Monte Florida, com belíssima vista infinita do Pacífico. 

TAL QUAL abreviamos a capital catarinense paraFloripa, os chilenos resumiram Valparaíso em Valpo, desde que se tornou a capital dos grafittes da América do Sul, tradição iniciada com um protesto contra o regime do ditador Augusto Pinochet – 1915 – 2006 -, general do Exército de setembro de 73 a março de 90. Nesse período de intensa repressão e violação dos direitos humanos, 80 mil pessoas foram presas, mais de 30 mil torturadas e mais de 3 mil mortas. Alguns chilenos me contaram, quando voltei a Santiago, em 95, que muitos foram mortos sob as arquibancadas do Estádio Nacional, onde em 23 de novembro, será a final, em jogo único pela primeira vez, da Copa Libertadores 2019.

SEM OITO – O Atlético Mineiro vai estrear na noite desta terça (21) na segunda fase da Copa Sul-Americana sem oito titulares, entre os mais importantes, o goleiro Victor, o lateral Fabio Santos, os meias Luan e Cazares, o atacante Ricardo Oliveira e o zagueiro Rever, que fraturou o nariz na virada (2 x 1) do último sábado (18) sobre o Flamengo, no estádio Independência. A Union La Calera passou à segunda fase, ao eliminar a Chapecoense nos pênaltis.

BOM LEMBRAR – Esta é a edição 19 da Copa Sul-Americana, que começou a ser disputada em 2002. Os argentinos ganharam oito vezes – San Lorenzo, primeiro campeão, Boca (único bi, 2004-2005), Arsenal de Sarandi, Lanus, Santa Fé e o Independiente, em 2010 e 2017. Só quatro brasileiros foram campeões: Internacional (2008), São Paulo (2012), Chapecoense (2016, sem disputar a decisão, devido ao desastre aéreo) e o atual campeão, Atlético Paranaense (2018).

SÓ DOIS CARIOCAS foram finalistas: o Fluminense, derrotado na final de 2009 pela LDU, um ano depois de perder a decisão da Libertadores, nos pênaltis, e o Flamengo, vice-campeão em 2017, ao perder no Maracanã a decisão com o Independiente. A final de 2019 da Copa Sul-Americana será no sábado, 9 de novembro, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, capital do Paraguai.

Foto: El Comercio, Perú