O meia argentino Nacho Fernandez, de 31 anos, foi duas vezes personagem da noite de ontem (11), no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, onde a Argentina ganhou sua primeira Copa do Mundo, com 3 x 1 sobre a Holanda, no domingo, 25 de junho de 1978. Aos 13 minutos do segundo tempo ele fez o gol, na vitória (1 x 0) do Atlético sobre o River, que o vendeu ao clube mineiro por seis milhões de dólares em fevereiro deste ano de 2021. O River sentiu a falta do lateral Montiel, campeão da Copa América, vendido ao Sevilha por 11 milhões de euros.

DE CABEÇA – O Atlético não foi bem no primeiro tempo e só não saiu para o intervalo com derrota porque o goleiro Everson, o melhor do jogo, fez três defesas notáveis, confirmando a excelente fase de 560 minutos sem sofrer gol nos últimos cinco jogos e teve sorte no chute do lateral Angileri na trave. No segundo tempo, o Atlético voltou com tudo e ganhou com o gol de Nacho Fernandez, de canhota, após cruzamento de Zaracho e assistência de Hulk de cabeça.

EXPULSÃO – O técnico Cuca soube motivar ainda mais o meia argentino Nacho Fernandez, dando-lhe a braçadeira de capitão do Atlético. Ele fez uma grande exibição, mas se excedeu em falta duríssima em Angileri, aos 39 minutos. O árbitro venezuelano Jesus Valenzuela revisou no VAR e o expulsou. Campeão da Libertadores em 2018 com o River, que defendeu em 185 jogos, com 31 gols, de 2016 a 2020, Nacho foi campeão mineiro de 2021 e marcou o oitavo gol em 24 jogos pelo Atlético. Será desfalque no jogo de volta, na próxima quarta (19), no Mineirão.

CENTÉSIMO JOGO – A vitória por 1 x 0 sobre o River foi a do centésimo jogo do Atlético Mineiro na Libertadores, que só ganhou em 2013, na decisão em pênaltis com o Olímpia. O jogo da noite de ontem (11), em Buenos Aires, marcou também o confronto dos técnicos vice-campeões das duas últimas edições da Libertadores: Marcelo Gallardo, do River, em 2019 na decisão com o Flamengo, e Cuca, então no Santos, na decisão de 2020 com o Palmeiras.

REFORÇO DE PESO – Depois de vender o atacante Marrony, de 22 anos, ex-Vasco, para o Middtjllland, da Dinamarca, por 4.500 mil euros, o Atlético Mineiro anuncia nesta quinta (12) a contratação do atacante Diego Costa, de 32 anos, de volta após 15 anos na Europa, campeão espanhol no Atlético de Madrid e bicampeão inglês no londrino Chelsea. Ele deverá assistir sábado (14), no Mineirão, Atlético x Palmeiras, valendo a liderança do Campeonato Brasileiro.

VOLTA DO PÚBLICO – Atlético x River, na próxima quarta (18) terá a volta do público ao Mineirão, com o máximo de 16 mil torcedores, 30% da capacidade do estádio. O último jogo com torcida foi no sábado, 7 de março de 2020, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro, Atlético 2 x 1 Cruzeiro, com 53.576 pagantes. Os que forem ao Atlético x River terão que apresentar atestado das duas doses de vacinação.

Foto: SuperEsportes