O Atlético Mineiro estreou com vitória (2 x 1) sobre o Avaí, campeão catarinense, na noite de ontem (27), no estádio Independência, em Belo Horizonte, mas foi muito vaiado pelos torcedores, que continuam revoltados com a perda do Campeonato Mineiro para o Cruzeiro e a eliminação na primeira fase da Libertadores, em que só ganhou do lanterna. Alguns torcedores sequer entraram no estádio, protestando na chegada do time.

AJUDA DO VAR – O árbitro Rodolfo Toski Marques, do Paraná, recorreu três vezes ao árbitro de video, que só anulou o que seria o gol de empate do Avaí, depois que o Atlético fez 2 x 1. Dirigido pelo interino Rodrigo Santana, o Atlético saiu em vantagem para o intervalo, mesmo sem ter feito grande apresentação. O gol foi do lateral-esquerdo Fabio Santos, aos 46, convertendo no canto esquerdo o pênalti do lateral Paulinho em Ricardo Oliveira.

EM UM MINUTO – O Avaí empatou logo no primeiro minuto do segundo tempo com o gol de Brizuela, que havia entrado no intervalo, marcando de carrinho. O árbitro de video contradisse o assistente, mostrando que não houve impedimento nem falta no goleiro Victor.  O Atlético fez o gol da vitória aos 7, com Ricardo Oliveira completando boa jogada de Geuvânio. Aos 19, outra vez o VAR foi acionado, e o que seria o gol de empate (2 x 2) do Avaí, foi anulado pelo toque de mão do zagueiro Betão.

ATLÉTICO – Victor, Guga, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fabio Santos; Adilson, Elias (Vinícius, 20 do segundo tempo) e Luan; Geuvânio, Ricardo Oliveira (José Welison, 47 do segundo tempo) e Chará (Jair, 31 do segundo tempo. Técnico – Rodrigo Santana. Sexto colocado em 2018, o Atlético não ganha o Campeonato Brasileiro desde 1971, quando foi dirigido por Telê Santana. Na segunda rodada, o jogo será com o Vasco, quarta (1), em São Januário.

AVAÍ – Vladimir, Iury, Marquinhos Silva, Betão e Paulinho; Mosquera (André Moritz, 27 do segundo tempo), Pedro Castro e Mateus Barbosa; Gegê (Jones, 28 do segundo tempo), João Paulo e Getúlio (Brizuela, intervalo). Técnico – Geninho. O Avaí caiu e subiu duas vezes, em 2015/16 e 2017/18, após ser terceiro em 2018 na Série B. Na segunda rodada, quarta (1), o Avaí jogará com o Grêmio, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Foto: Trivela