O Atlético recuperou a vice-liderança, ao vencer (2 x 0) o Coritiba, no Mineirão, no primeiro dos quatro jogos da noite de ontem (26), na abertura da vigésima sétima rodada, ao se igualar em pontos (49) ao Flamengo, que ficou no 0 x 0 com o Fortaleza, porém com mais uma vitória (15 a 14), embora o Flamengo tenha menos um jogo, que disputará dia 27 de janeiro com o Grêmio. O Atlético também se igualou ao Flamengo com o ataque mais positivo (46) e o superou no saldo de gols (12 a 11).

SUPERAÇÃO – O Atlético teve chances no primeiro tempo, mas parou em boas defesas do goleiro Wilson, dos poucos que se salvam no Coritiba, e no travessão, em chute de Hyoran, que fez 1 x 0 aos 22 do segundo tempo, com chute certeiro no ângulo. Aos 38, menos de um minuto depois de substituir Natan, Sasha fez o segundo gol, com boa assistência de Arana. Vice-líder com 49 pontos e 15 vitórias em 27 jogos, o Atlético já superou sua campanha de 2019, décimo terceiro com 48 pontos e 13 vitórias.

UM CARTÃO – O árbitro capixaba Dyorgines Andrade, com atuação segura e aplicando com acerto a lei da vantagem, marcou 28 faltas (15 do Atlético), em jogo com bom nível disciplinar. O único cartão amarelo que aplicou, logo aos 15 minutos, foi para o técnico argentino Jorge Sampaoli, sempre muito agitado à beira do campo. A campanha do Atlético confirma seu valor como treinador de alto nível, ao manter o time na segunda colocação, posição em que terminou 2019 com o vice-campeão Santos.

EVERSON, Guga, Rever, Junior Alonso e Arana; Zaracho (Calebe), Alan Franco (Natan e depois Sasha) e Hyoran; Savarino, Vargas (Igor Rabelo) e Keno – os vice-líderes do Brasileiro 2020, com 49 pontos em 27 jogos – 15 vitórias, 8 derrotas, 4 empates, saldo de 12 gols (46 a 34) -, que só voltarão a jogar dia 11 de janeiro, fora de casa, com o Bragantino, pela rodada 29, de vez que o jogo da rodada 28 com o Grêmio foi adiado pela participação do Grêmio nas semifinais da Libertadores.

NOVO LANTERNA – Com a derrota para o Atlético, o Coritiba é o novo lanterna, ultrapassado pelo Goiás, que venceu o Sport por 1 x 0, gol de Fernandão, de cabeça, logo aos 4 minutos, no estádio da Serrinha, em Goiânia. O Coritiba completou 8 jogos sem vencer e seu próximo confronto, em casa, será dramático com o Goiás, dia 6 de janeiro. Os torcedores do Coxa, como o Coritiba é tratado no Paraná, fazem duras críticas ao presidente Samir Nunes, que, segundo eles, “afundou o futebol do clube”.

ÚLTIMAS POSIÇÕES – A vitória do Goiás, agora décimo oitavo com 23 pontos e 5 vitórias, mexeu com as últimas posições. O Botafogo, com 23 pontos e 4 vitórias, precisa ao menos empatar hoje (27), em casa, com o Corinthians, para sair do penúltimo lugar. O Vasco, décimo sétimo, com 28 pontos e 7 vitórias, precisa ganhar, fora de casa, do Athletico Paranaense, para terminar a rodada em décimo quinto, se o Bahia, com 28 pontos e 8 vitórias, perder em casa para o Internacional. O Sport, com 29 pontos e 8 vitórias, só entra no rebaixamento se Bahia e Vasco vencerem.

Foto: SportBuzz