NA VITÓRIA DO TÍTULO ANTECIPADO, O ATLÉTICO só teve um jogador mineiro entre os 15 escalados na virada de ontem (2) sobre o Bahia. Veja o resumo dos campeões brasileiros de 2021 e saiba a origem do apelido de Cuca do técnico campeão.

EVERSON – O goleiro de 31 anos é paulista de Pindamonhangaba, nascido em 22 de julho de 1990. Vice-campeão brasileiro de 2019 no Santos, está no Atlético desde setembro de 2020 e tem contrato até 2022. Custou R$6 milhões.

MARIANO – O lateral-direito de 35 anos é pernambucano de São João, município a 206 km da capital Recife, nascido em 23 de junho de 86. Bicampeão turco em 2018-19 no Galatasaray, voltou ao Atlético em julho de 2020.

NATHAN SILVA – O zagueiro de 24 anos é mineiro, nascido em 6 de maio de 97 no município de Oliveira, no Oeste do estado, distante 150 km da capital Belo Horizonte. Tinha 13 anos quando começou na base do Atlético em 2011. 

JUNIOR ALONSO – O zagueiro de 28 anos é paraguaio, nascido em 9 de fevereiro de 93 na capital Assunção. Chegou ao Atlético em julho de 2020, comprado do Lille, campeão francês, por 3 milhões de euros (R$19 milhões).

GUILHERME ARANA – O lateral-esquerdo de 24 anos nasceu na capital paulista em 14 de abril de 97. Formado desde os 10 anos na base do Corinthians, saiu para o Sevilha, que em janeiro de 2020 o vendeu ao Atlético.

TCHÊ TCHÊ – O volante de 29 anos é paulistano, nascido Danilo Neves em 30 de agosto de 92. Iniciou no futsal do Juventus do bairro da Mooca, e está emprestado pelo São Paulo até maio de 2022.

NACHO FERNANDEZ – Meia argentino de 31 anos, nascido em 12 de janeiro de 90, em Castelli, província de Buenos Aires. Campeão da Libertadores 2018, foi comprado do River por 6 milhões de dólares em fevereiro de 2021.

MATIAS ZARACHO – Meia argentino de 23 anos, nascido em 10 de março de 98 em Wilde, província de Buenos Aires. Revelação e campeão 2018-19 no Racing, está no Atlético desde outubro de 2020, sob contrato até 2025.

IGOR RABELLO – Zagueiro de 26 anos, nascido em Campos dos Goytacazes em 28 de abril de 95, iniciou no futsal do Madureira e foi campeão carioca em 2018 no Botafogo. Em janeiro de 2019 assinou até 2024 com o Atlético.  Substituiu Zaracho na virada de ontem (2) em Salvador.

KENO – O atacante de 32 anos, batizado Marcos da Silva França, em 10 de setembro de 89, é soteropolitano, como todos os que nascem em Salvador. Voltou em 2020, após empréstimo ao Al-Jazira dos Emirados Árabes, fez o gol 1000 do Atlético no Brasileiro e os da virada e do título no 3 x 2 no Bahia.

DODÔ – O lateral-esquerdo de 29 anos, nasceu em 6 de fevereiro de 92 em Campinas. Rescindiu com a Sampdoria e assinou com o Atlético em fevereiro de 2021 até 2024. Substituiu Keno na virada de ontem (2) do título. 

EDUARDO VARGAS – O atacante chileno de 32 anos, nasceu em 20 de novembro de 89 na capital Santiago. Está no Atlético desde novembro de 2020, após rescindir com a Universidade Nacional Autônoma de Nuevo Leon, México.

NATHAN – O atacante catarinense de 25 anos, nasceu em 13 de março de 96, em Blumenau. Formou-se na base do Athletico Paranaense e está no Atlético Mineiro desde julho de 2020, após empréstimo de um ano do Belenenses. Substituiu Eduardo Vargas no jogo de ontem (2).

HULK – Nascido Givanildo Vieira de Souza, em 27 de julho de 86, em Campina Grande, o paraibano Hulk foi revelação e campeão baiano em 2005 no Vitória. Campeão no Japão, Portugal, Rússia e China, assinou com o Atlético em janeiro de 2021. Artilheiro do campeonato com 18 gols.

CUCA – Pela 2ª vez campeão brasileiro, depois de 2016 no Palmeiras, foi campeão mineiro em 2012-13-21 e da Libertadores 2013 no Atlético. Nascido em Curitiba, em 7 de junho de 63, Alexi Stival foi garoto muito bagunceiro e só se acalmava quando a mãe ameaçava chamar o delegado Cuca, o que o deixava com medo. Até hoje, aos 58 anos, só é tratado pelo apelido.

Foto: Terra