COM A VITÓRIA SOBRE O GRÊMIO POR 2 x 1, O ATLÉTICO MINEIRO CONSOLIDOU A POSIÇÃO DE MELHOR MANDANTE do Campeonato Brasileiro com 12 vitórias, 1 empate e uma derrota, logo na estreia e de virada para o Fortaleza (2 x1), 30 gols marcados e 9 sofridos. Líder com 62 pontos, mais 10 que o Palmeiras e mais 12 que o Flamengo, o Atlético quer agora o recorde histórico de 13 vitórias consecutivas como mandante, nos pontos corridos, e só faltam mais duas.

GOLS ESTRANGEIROS – Por diferença de apenas 67 pagantes, o Atlético bateu o próprio recorde no Mineirão, após a liberação de 100% da capacidade do estádio, desde o início da pandemia, em abril de 2020. Foram 56.557, na final da Libertadores de 2013, e 56.624 no jogo da noite de ontem (3) com o Grêmio, novo recorde absoluto do Campeonato Brasileiro de 2021. Pela primeira vez, no atual campeonato, todos os gols foram marcados por estrangeiros.

MATIAS ZARACHO, de 23 anos, meia revelação e campeão argentino de 2018-19 pelo Racing, fez o primeiro gol aos 12 minutos, com assistência de Diego Costa, um minuto depois de o atacante colombiano Borja, emprestado ao Grêmio pelo Palmeiras, ter acertado a trave do Atlético. Matias Zaracho destaca a união do grupo e a orientação do técnico: “O Atlético tem uma família com sobrenomes diferentes. Cuca é um técnico atento e que pensa em tudo, detalhista”.

JAMINTON CAPAZ, de 21 anos, uma das gratas revelações colombianas, marcou o gol de empate do Grêmio aos 11 do segundo tempo, e o gol da vitória do Atlético, aos 29 minutos, foi do atacante chileno Eduardo Vargas, de 31 anos, que mostrou muita frieza na cobrança do pênalti cometido por Campaz, com o braço, após a cobrança de falta de Vargas. O meia argentino Nacho é outro estrangeiro do Atlético que elogia o bom ambiente do clube e a força da torcida.

100 JOGOS – O volante Allan, de 24 anos, paulista de Araçatuba, formou-se na base do Internacional e do Liverpool, onde se profissionalizou e jogou de 2015 a 2020. Antes de ser contratado em 2020 pelo Atlético, que só gastou 3.500 mil euros, esteve emprestado ao Fluminense em 2019. Allan completou 100 jogos e ganhou a camisa personalizada, antes do sexagésimo jogo do técnico Cuca, com 39 vitórias, 8 derrotas e 13 empates. 

OS LÍDERES – Everson, Guga (Mariano), Rever, Junior Alonso e Arana; Allan, Tchê Tchê (Jair), Zaracho (Savarino) e Nacho; Hulk (Vargas) e Diego Costa (Nathan) – o time líder do Brasileiro 2021, dirigido pelo técnico Cuca, que acompanha hoje (4), na CBF, o sorteio dos mandos das finais da Copa do Brasil, que decidirá com o Athletico Paranaense. Domingo (7), pela trigésima rodada, o Atlético voltará ao Mineirão para o clássico com o América. Sem o meia Nacho, suspenso.

PENÚLTIMO e com chances reduzidas de escapar do terceiro rebaixamento, o Grêmio joga sábado (6) com arquirrival Internacional, na Arena Beira Rio. Em campanha ruim como visitante, o Grêmio só ganhou 9 dos 39 pontos e só marcou 9 gols em 14 jogos. Com a derrota da noite de ontem (3) para o Atlético, o Grêmio completou 9 jogos fora de Porto Alegre com apenas uma vitória. Tem menos 7 pontos que o Bahia, último fora da zona de rebaixamento.

O FLAMENGO cumpre amanhã (5) o segundo dos três jogos adiados. Depois de ceder o empate ao Athletico Paranaense, receberá o Atlético Goianiense, no Maracanã, e aguarda confirmação da data do jogo com o Grêmio. Se vencer amanhã (6), o Flamengo reduzirá a vantagem do Atlético para 9 pontos. A notícia de que a justiça aceitou a denúncia contra o presidente do Flamengo, e instaurou uma ação penal contra ele, por gestão fraudulenta, forte impacto no clube. 

RODOLFO LANDIM é acusado de ter lesado os fundos de pensão Funcef, Petro e Previ, provocando rombo avaliado em mais de R$100 milhões. O Ministério Público Federal quer que ele e os outros quatro acusados paguem o triplo desse montante, corrigido a partir da taxa Selic. Landim sempre se esquiva, como aconteceu ao não comparecer duas vezes à Assembleia Legislativa do Rio para prestar depoimento sobre o incêndio de 8 de fevereiro de 2019 no Ninho do Urubu.

Foto: Terra