Escolha uma Página

Ao ganhar do Santos por 2 x 0 na noite de ontem (26), no Mineirão, o Atlético assumiu o terceiro lugar com 57 pontos, obrigando o Flamengo (55) a vencer o Grêmio, amanhã (28), em Porto Alegre, para recuperar a posição. Os gols foram feitos no primeiro tempo, aos 2 e aos 19 minutos, pelo atacante Jefferson Savarino, de 24 anos, venezuelano de Maracaibo, segunda cidade do país, a 700 km da capital Caracas. Com 12 vitórias, 4 empates e só uma derrota, o Atlético é melhor time mandante.

CUCA REZA AJOELHADO – Católico e muito supersticioso, logo após o jogo o técnico Cuca se ajoelhou e rezou sobre a linha lateral do gramado, em frente ao banco de reservas do Atlético, que comandou em 2013, no único título de campeão da Libertadores, dele e do clube. A quatro dias da final com o Palmeiras, sábado (30), no Maracanã, Cuca rezou cinco minutos, pedindo proteção para o seu segundo título, quarto do Santos, que passaria a ser o recordista brasileiro da Libertadores.

ATLÉTICO – Everson, Guga, Rever, Jr.Alonso e Arana (Igor Rabelo); Jair, Hyoran (Allan) e Nathan (Vargas); Savarino, Keno (Savio) e Sasha (Calebe). Técnico – Jorge Sampaoli. O Atlético está em terceiro com 57 pontos em 32 jogos – 17 vitórias, 9 derrotas, 6 empates, saldo de 15 gols (56 a 41) – e passou a ter o ataque mais positivo. O time volta domingo (31) ao Mineirão para o jogo com o Fortaleza. O atacante Keno caiu de mau jeito sobre o próprio braço e saiu de maca chorando.

SANTOS – John Victor, Madson, Laercio, Luis Felipe e Wagner Leonardo (Wellington, zagueiro de 19 anos, que estreou na lateral-esquerda); Guilherme Nunes, Vinícius Balieiro e Jean Mota (Lucas Lourenço); Arthur Gomes (Bruno Marques), Marcos Leonardo (Renyer) e Tailson (Ivonei). Técnico – Cuca. O Santos sofreu a terceira derrota consecutiva e está em décimo com 45 pontos em 32 jogos – 12 vitórias, 11 derrotas, 9 empates – e saldo de quatro gols (44 a 40).

24 FALTAS – O árbitro Paulo Roberto Alves Jr, da Federação Paranaense, teve atuação tranquila, facilitada pela lealdade dos times, que cometeram 24 faltas (14 do Santos) comuns. Só dois advertidos com cartão amarelo, o volante Jair, do Atlético, e o atacante Arthur Gomes, ambos por faltas normais. Atlético 2 x 0 Santos foi jogo adiado da rodada 28 porque os times estavam disputando a fase de grupos da Libertadores.

PROTESTO – Torcedores do Atlético fizeram protesto, estendendo faixas: “Muito investimento, pouco futebol” e “Exigimos raça, vontade e compromisso”. O clube mandou retirar as faixas do Mineirão.

Foto: Maranhão Hoje