Escolha uma Página

O ATLÉTICO MINEIRO garantiu o 1º lugar do Grupo D, mas perdeu a invencibilidade de 18 jogos, que mantinha desde 2019 na Copa Libertadores, ao ser derrotado na noite de ontem (25), no Mineirão, pelo Tolima, da Colômbia, por 2 x 1, que ficou com a segunda vaga. R$1.283.247,08. 34.339 pagantes. Muitos torcedores do Atlético, revoltados, pedem a demissão do técnico argentino Antonio “Turco” Mohamed.

OS GOLS FORAM NO 2º TEMPO: o atacante colombiano Michael Rangel, de 31 anos, 1,86m, usou bem a impulsão e marcou o primeiro de cabeça. O atacante gaúcho Eduardo Sasha, que empatou aos 43, disse no final que “nosso time está de parabéns porque lutou muito até o fim”, o que também revoltou torcedores. O ponta colombiano Jeison Lucumi fez o gol da vitória do Tolima aos 47 minutos.

O TIME QUE PERDEU A INVENCIBILIDADE de 18 jogos na Libertadores: Everson, Guga (Mariano), Natan Silva, Junior Alonso e Arana; Alan, Jair (Calebe), Nacho Fernandez (Fabio Gomez) e Rubens (Eduardo Sasha); Ademir (Savio) e Hulk. O Atlético foi 1º do Grupo D, com 11 pontos, 3 vitórias, 2 empates, 1 derrota, saldo de 4 gols (10 a 6). O Tolima, 2º, com 8 pontos, 3 vitórias, 2 empates, 1 derrota, saldo de 1 gol (10 a 9).

Foto: ESPN