Depois das manifestações contrárias de torcedores e sócios nas últimas semanas de junho, surgem novas rejeições à volta de Neymar ao Barcelona neste começo de julho. O presidente Javier Tebas Medrano, da Liga de Futebol Profissional da Espanha, que organiza o campeonato, resumiu: “Os problemas extracampo de Neymar são extremamente ruins para a imagem de um campeonato valorizado e respeitado em todos os continentes. O soco que deu na cara de um torcedor e o caso em que é acusado de estupro por uma modelo brasileira tiveram a pior repercussão no mundo inteiro”.

NOVA BOLA – A temporada 2019-2020 de La Liga, como é tratado o Campeonato Espanhol, será iniciada dia 18 de agosto e terminará em 24 de maio, já estando decidido também que a final da Copa do Rei da Espanha, em jogo único, será dia 18 de abril. A bola a ser utilizada é da alemã Puma, depois de várias temporadas de domínio da americana Nike. O campeonato contará com o apoio de quatro empresas multinacionais, além do patrocínio master do Banco, que estendeu o contrato por mais um ano. O total do faturamento será de 70 milhões de euros – quase 300 milhões de reais -, o que representa aumento de 17%.

Foto: Varela Notícias