O Bahia perdeu uma posição e terminou a rodada em oitavo, após o 0 x 0 com o São Paulo, que se manteve em quinto, na noite de ontem (9), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Foi o vigésimo quarto jogo sem gol do Brasileirão 2019, quinto do Bahia e terceiro do São Paulo. Detalhe: no turno e returno, Bahia e São Paulo ficaram no 0 x 0.

VÂNDALOS – Uma cena deplorável foi provocada por vândalos da torcida do Bahia, que lançaram bombas sobre torcedores do São Paulo, quase no final do primeiro tempo, e algumas crianças ficaram feridas. Foi o primeiro incidente dessa ordem na Arena Fonte Nova, que desde a reabertura vinha apresentando níveis educacionais elevados.

BAHIA –Douglas Friederich, Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés (Giovanni, 42 do primeiro tempo); Flávio, Gregore e Ronaldo (Rogerio, 16 do segundo tempo); Arthur, Fernandão e Elber (Artur Caíke, intervalo). Técnico – Roger Machado. Com 38 pontos, o Bahia é oitavo, com 10 vitórias, 8 empates, 6 derrotas, 28 gols a favor e 20 contra. O Bahia joga sábado (12) com o Fluminense, às 19 horas, no Maracanã.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Juanfran (Igor Vinícius, 3 do segundo tempo), Bruno Alves, Anderson e Reinaldo; Tchê Tchê, Luan e Liziero (Vítor Bueno, 28 do segundo tempo); Hernanes, Pato e Pablo (Igor Gomes, 40 do primeiro tempo). Técnico – Fernando Diniz. O São Paulo manteve o quinto lugar com 40 pontos – 10 vitórias, 10 empates, 4 derrotas, 25 gols a favor e 16 contra – e pode não ter Juanfran e Pablo, que saíram contundidos, no clássico de domingo (13) com o Corinthians, no Morumbi.

TRÊS CARTÕES – O árbitro Braulio Machado, da Federação Catarinense e da FIFA, só advertiu três com cartão amarelo: Tchê Tchê, único do São Paulo, e Lucas Fonseca e Arthur. R$619.845,00. 31.726 pagantes na Arena Fonte Nova.

Foto: Imirante.com