Campeão espanhol com cinco rodadas de antecedência, o Barcelona usou time alternativo para a despedida deste domingo (19), em que empatou (2 x 2) com a Sociedad Deportiva Eibar, no estádio municipal de Ipurua. Cucurella fez 1 x 0 aos 20 e na virada dos campeões Messi marcou dois gols em um minuto (31 e 32). Nos acréscimos, De Blasis empatou e manteve a invencibilidade do time, como mandante, nos confrontos com os gigantes (3 x 0 no Real Madrid e 2 x 2 com o Barcelona). Tão ou mais importante é que o Eibar, décimo segundo colocado, vai disputar a Série A pela sexta temporada consecutiva. Uma festa!

MESSI saiu muito aplaudido, após terminar a temporada como artilheiro do campeonato e com seu décimo título de campeão espanhol. A única coisa que causa estranheza no astro do Barcelona é que ele, depois de 18 anos, ainda não saiba falar catalão…

NO PRÓXIMO sábado (25), no estádio Benito Villamarin, em Sevilha, agradável cidade do sul da Espanha, Barcelona e Valencia decidirão a Copa do Rei. O time não deve ser muito diferente do que empatou neste domingo (19): Cilessen, Semedo (Wagué), Piquet, Lenglet e Alba; Sergi Roberto, Rakitic, Busquets (Aleñá) e Vidal; Messi e Malcom (Carlos Perez). O goleiro alemão Ter Stegen e o atacante uruguaio Luis Suarez estão em recuperação de problema no joelho.

A CAMPANHA do campeão Barcelona, que somou 87 pontos, foi de 26 vitórias, 9 empates, 3 derrotas, saldo de 54 gols, com 90 marcados e 36 sofridos. O aproveitamento foi de 76.3%. No jogo final com o Eibar, o árbitro Munuera Montero marcou 22 faltas (5 do Barcelona) e aplicou seis cartões amarelos (dois para jogadores do Barcelona).

ATLÉTICO DE MADRID – vice-campeão com 76 pontos – 22 vitórias, 10 empates, 6 derrotas -, teve 66.7% de aproveitamento, com saldo de 26 gols (55 a 29). O time do técnico argentino Diego Simeone se despediu com empate (2 x 2), em Valencia, com o Levante, décimo quinto com 44 pontos. Foi a última temporada no Atlético do zagueiro uruguaio Diego Godin, que vai jogar na Inter de Milão, e do atacante francês Antoine Griezmann, que deve se transferir para o Barcelona.

Foto: Marca