Escolha uma Página

O empate sem gol entre Barcelona e Atlético de Madrid, na tarde ensolarada deste sábado (8), no Camp Nou, deixou o Real Madrid a quatro vitórias do bicampeonato, a contar do jogo deste domingo (9), em seu estádio Alfredo Di Stefano, com o Sevilha, em que poderá chegar aos 77 pontos, superando o Barcelona (75) e igualando-se ao Atlético de Madrid (77). O Real Madrid tem 34 títulos, mais 8 que o Barcelona (26), e o Atlético de Madrid só foi 10 vezes campeão, a última em 2013-2014.

POUCAS CHANCES – Barcelona e Atlético de Madrid mereceram o 0 x 0. As poucas chances que criaram, pararam em boas defesas dos excelentes goleiros Ter Stegen, alemão de 29 anos, do Barcelona, e Jan Oblak, esloveno de 28 anos, que completou 300 jogos no Atlético de Madrid, desde agosto de 2014, comprado do Benfica por 16 milhões de euros. Messi, artilheiro do campeonato com 28 gols, e Luis Suarez, artilheiro do Atlético de Madrid com 19, não tiveram atuação inspirada.

REENCONTRO – Barcelona 0 x 0 Atlético de Madrid marcou o reencontro do uruguaio Luis Suarez, de 34 anos, com o Camp Nou, estádio onde fez 283 jogos e 198 gols pelo Barcelona, quatro vezes campeão espanhol, Mundial de clubes e da Liga dos Campeões. Na história dos 168 jogos do campeonato, o empate 42, com 75 vitórias do Barcelona e 51 do Atlético. O técnico argentino Diego Simeone, de 51 anos, no Atlético desde 27/12/2011, ainda não conseguiu vencer o Barcelona no Camp Nou.

BARCELONA – Ter Stegen, Mingueza (Ronald Araujo), Piqué e Lenglet; Busquets (Moriba), Dest (Sergi Roberto), De Jong, Pedri (Dembélé) e Jordi Alba; Messi (c) e Griezmann. Suspenso, o técnico holandês Ronald Koeman, de 58 anos, assistiu da tribuna. O volante Busquets foi levado ao hospital, após choque de cabeça com o zagueiro Savic, aos 26 do primeiro tempo. Ele sangrou bastante no nariz, e voltou ao jogo, após atendimento na beira do campo, mas continuou se sentindo mal e teve que sair.

ATLÉTICO DE MADRID – Jan Oblak, Trippier, Savic, Felipe (único brasileiro) e Hermoso; Carrasco, Koke (c), Llorente e Lemar (Saul Ñíguez e depois João Félix); Correa (Kondogbia) e Luis Suarez. Os jogos restantes do Atlético serão com Real Sociedad e Osasuna, em seu estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, e com o Valladolid. O Barcelona terá dois jogos fora com Levante e Eibar, e em seu Camp Nou com o Celta de Vigo. 

SEIS CARTÕES – Antonio Miguel Mateu Lahoz, de 44 anos, árbitro Fifa desde 2011, marcou 39 faltas (26 do Atlético) e fez seis advertências com cartão amarelo em Saul Ñíguez, Felipe e Koke, todos por falta em Messi, e em Piqué, Moriba e Jordi Alba. O Barcelona fez mais 195 trocas de passes que o Atlético de Madrid (541 a 346) e só mais uma tentativa de gol (12 a 11). Em temporada ruim em casa, o Barcelona perdeu para o Real Madrid, e os jogos da Champions com a Juventus e o PSG.

PARA SALVAR – O Real Madrid tenta salvar a temporada com o bicampeonato, depois de não disputar a final da Copa do Rei e de eliminado da Liga dos Campeões. Seria o terceiro título de campeão espanhol do técnico Zidane, cuja permanência em 2022 ainda não está confirmada. O meia belga Eden Hazard, de 30 anos, comprado do Chelsea por 100 milhões de euros, em junho de 2019, está entre os negociáveis, após só ter feito 28 jogos e 3 gols, depois de duas cirurgias no joelho. 

Foto: Getty Images