A uma semana de se enfrentarem no maior clássico da Espanha, no próximo sábado (24), no Camp Nou, Real Madrid e Barcelona perderam hoje (17), na quinta rodada, na volta do campeonato espanhol 2020-2021, após a pausa para os jogos da Liga das Nações. O Real Madrid teve a sequência de 15 jogos de invencibilidade interrompida pelo Cadiz, recém promovido da Série B, que o venceu depois de 19 anos, e o Barcelona voltou a perder para o Getafe depois de 32 anos.

REAL EM CASA – A derrota para o Cadiz (1 x 0) teve sabor ainda mais amargo para o Real Madrid, por ter sido em seu estádio Di Stefano, enquanto conclui as obras de ampliação do Santiago Bernabeu. O gol foi do atacante Anthony Lozano, hondurenho de 27 anos, aos 16 do primeiro tempo, cabeceando entre os zagueiros Sergio Ramos e Rafael Varane, e encobrindo o goleiro belga Courtois, de 28 anos, 1,99m, após o cruzamento do veterano Alvaro Negredo, de 35 anos, meia revelado no Barcelona.

VINÍCIUS – O técnico francês Zinèdine Zidane, de 48 anos, fez quatro substituições no intervalo, mas manteve os atacantes Benzema, que no segundo tempo acertou a trave, e Vinícius Junior, que perdeu o empate ao cabecear livre por cima da trave. Real Madrid – Courtois, Nacho Fernandez, Sergio Ramos (Eder Militão), Varane e Marcelo; Modric (Valverde), Kroos (Jovic) e Isco (Casemiro); Benzema, Vinícius Junior e Lucas Vazquez (Asensio).

GETAFE 1 x 0 BARCELONA – No município de Getafe, 14 km ao Sul de Madrid, o Getafe Club de Fútbol, derrotou o FC Barcelona, no Coliseu Alfonso Perez. O gol foi do atacante madrilenho Jaime Mata, de 31 anos, aos 11 do segundo tempo, convertendo pênalti do meia holandês De Jong, muito afobado no lance, no atacante Dakonam Djené, africano do Togo. O Getafe, do técnico espanhol José Bordalás, de 56 anos, é vice-líder, com 10 pontos, igual ao Real Madrid, que tem vantagem no saldo de gols.

BARCELONA – Neto (goleiro brasileiro), Sergi Roberto (Puig), Piquet, Lenglet e Dest; Busquets, De Jong (Braithwaite) e Pedri (Philippe Coutinho, aos 16 do segundo tempo); Dembélé (Ansu Fati), Griezmann (Trincão) e Messi, que em sua última temporada no time demonstra certa apatia, sem a mesma vontade de jogar). O Barcelona, do técnico holandês Ronald Koeman, de 57 anos, voltou a perder para o Getafe, que não o vencia desde 2011, depois de catorze vitórias e três empates.

Foto: Trivela, Yahoo Sports