Escolha uma Página

Foto: Javier Soriano/AFP

Depois de pouca inspiração no primeiro tempo, Atlético de Madrid e Barcelona voltaram melhor do intervalo, mas não conseguiram a vitória no clássico da noite deste último sábado (24) de novembro, no estádio Wanda Metropolitano, em Madrid: 1 x 1 foi justo, com o brasileiro Diego Costa fazendo o gol do Atlético e o francês Dembélé empatando no minuto final. O Barcelona, com 25 pontos, perderá a liderança, se o Sevilha (23) ganhar amanhã (domingo, 25) do Valladolid.

BEM ABAIXO – Ainda que tenha melhorado no segundo tempo, o clássico foi bem abaixo da expectativa pelo que os times mostraram no primeiro tempo, com poucas jogadas ofensivas, sobretudo da parte do Atlético de Madrid, do técnico argentino Diego Simeone, bem cauteloso. O Barcelona tomou mais a iniciativa das ações, mas parou na marcação forte que o Atlético exerceu quando o adversário entrava em seu campo.

Foto: AP Photo/Paul White

NOVE MESES – O gol de Diego Costa, aos 32 do segundo tempo, foi em grande estilo. O atacante, que não marcava há nove meses, subiu mais que Rafinha e cabeceou forte, após o escanteio do lateral Filipe Luis, para fazer 1 x 0. Três minutos após, sentiu desconforto muscular na coxa e foi substituído por Ángel Correa. O Atlético tentou segurar a vantagem o quanto pôde, marcando em cima.

SEMPRE MESSI – Quando não faz gol, Messi sempre encontra jeito de habilitar um companheiro. Suarez estava também sob marcação rigorosa e o craque argentino, em um dos raros espaços, viu a penetração de Dembélé. O atacante francês, campeão do mundo, não deixou de aproveitar o lançamento de Messi e mandou de canhota no canto do goleiro esloveno Jan Oblak, que saltou, mas não chegou na bola. Nos três minutos de acréscimos o 1 x 1 não foi alterado.

ATLÉTICO DE MADRID – Jan Oblak, Arias, Savic, Lucas Hernandez e Filipe Luis; Koke, Rodri, Saul e Lemar (Vitolo, 19 do segundo tempo); Antoine Griezmann e Diego Costa (Ángel Correa, 35 do segundo tempo). Técnico – Diego Simeone. Cartões amarelos – Rodri, Lucas Hernandez, Filipe Luis, Diego Costa e Griezmann.

Foto:  David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images

BARCELONA – Ter Stegen, Semedo, Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Busquets, Arthur (Dembélé, 36 do segundo tempo), Arturo Vidal (Malcom, 40 do segundo tempo) e Sergi Roberto (Rafinha, intervalo); Messi e Suarez. Técnico – Ernesto Valverde. Cartões amarelos – Busquets, Rafinha e Umtiti.

QUARTO EMPATE do Barcelona, com 7 vitórias e 2 derrotas, 35 gols marcados e 19 sofridos. Sexto empate do Atlético de Madrid, com 6 vitórias e uma derrota; 17 gols marcados e 9 sofridos. No outro jogo deste sábado (24), no estádio Mestalla, o Valencia venceu (3 x 0) o Rayo Vallecano, com dois gols de Gameiro e o primeiro de Santi MinaO atacante carioca Rodrigo, filho do ex-lateral Adalberto, do Flamengo, não esteve bem.