Escolha uma Página

80.409 torcedores não viram o Barcelona fazer uma grande exibição, mas a vitória (2 x 1) sobre o Getafe, no Camp Nou, neste sábado (15), levou o time aos mesmos 52 pontos do Real Madrid, que precisará vencer o Celta de Vigo, antepenúltimo, neste domingo (16), no estádio Santiago Bernabeu, para voltar a se isolar na liderança. Ainda que  estranho, foi o quarto jogo consecutivo sem gol de Messi, mas o capitão e líder do time participou dos gols do meia Griezmann, aos 33, e do ala Sergi Roberto, aos 39. O gol de Ángel Rodriguez, do Getafe, no segundo tempo.

ARTHUR BEM – Pela primeira vez, desde que o técnico Enrique Setién assumiu, o meia goiano Arthur, comprado do Grêmio, voltou a ficar mais tempo em campo, após a recuperação de entorse do tornozelo. Ele teve boa participação, na marcação e no apoio, e só foi substituído aos 30 do segundo tempo pelo meia Ivan Rakitic, titular da seleção da Croácia, vice-campeã do mundo em 2018. 

ALFINETADA – O vice-presidente do Barcelona, Emili Rousaud, doutor em Ciências Empresariais, alfinetou o Manchester City pela suspensão de dois anos nos torneios da Europa: “O Barcelona é a favor dos parâmetros do fair play financeiro. Existem modelos bem diferenciados nas gestões. O Barcelona tem sócios e é fruto de sua própria atividade, mas há outros vários clubes que são propriedade de gente. O Barcelona não tem um dono, é de todos”.

FENÔMENO – Faltando 14 rodadas, a oitava derrota que o Valladolid sofreu (2 x 1, fora de casa) para o Granada, deixou o presidente Ronaldo Fenômeno preocupado com a situação do time. Décimo quinto com 26 pontos, o Valladolid está se aproximando das últimas colocações, sem demonstrar capacidade de reação. Outro que também se mostra apreensivo é o argentino Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, que ficou em quarto após 2 x 2 com o Valencia na sexta-feira (14).

CASEMIRO – O volante da seleção brasileira vai completar 28 anos no próximo dia 23 e vive boa fase no Real Madrid, tido como uma das peças mais importantes pelo técnico Zidane. As estatisticas mostram que Casemiro é o meia que mais recupera bolas perdidas no Campeonato Espanhol. Em 21 dos 23 jogos de que participou, ele recuperou 187, média de 9 por jogo. O segundo é o meia espanhol Mikel Merino, da Real Sociedad, com 176. Casemiro completa neste domingo (16) 225 no Real Madrid, desde que voltou ao clube em 2015.

Foto: Pedro Salado/Quality Sport Images/Getty Images