O Barcelona levou um grande susto do Villarreal na noite desta primeira terça (2) de abril no estádio La Cerâmica, mesmo depois de fazer dois gols em quatro minutos e saiu em vantagem (2 x 1) para o intervalo. O Villarreal empatou e virou no segundo tempo, e o Barcelona só conseguiu se livrar da derrota com dois gols em três minutos, o último nos acréscimos. O jogo com oito no empate (4 x 4) foi emocionante, mas a vantagem do Barcelona para o vice-lider Atlético de Madrid, que ganhou (2 x 0) em casa do Girona, décimo terceiro, caiu para seis pontos.

No próximo sábado (6), no Camp Nou, com a lotação de 90 mil lugares esgotada, Barcelona e Atlético de Madrid farão o jogo que poderá praticamente assegurar o título da temporada 2018-2019O Barcelona tem 70 pontos e o Atlético de Madrid, 62. O Real Madrid, terceiro colocado e sem mais nenhuma aspiração, tem 57 pontos e joga como visitante nesta quarta (3) com o Valencia, sexto com 43 pontos, no estádio Mestalla.

GOLS BRASILEIROS – O Barcelona fez dois gols em quatro minutos – Philippe Coutinho aos 12, com assistência de Malcom, que marcou o segundo, de cabeça, aos 16 – e o Villarreal, todo de amarelo – afinal é o Submarino Amarelo do Campeonato Espanhol -, diminuiu aos 23, com o gol do nigeriano Chukwueze, de 19 anos e um dos melhores do time da cidade de San Sebastián, uma das mais bonitas do País Basco.A VIRADA – O Villarreal voltou disposto para o segundo tempo e empatou logo aos quatro minutos com um chute despretensioso do francês Toko Ekambi, de 26 anos, natural dos Camarões, que enganou o goleiro alemão Ter Stegen. O terceiro gol foi do espanhol Vicente Iborra, de 31 anos, o meia mais alto do campeonato (1,95m), e o atacante colombiano Carlos Bacca, de 32 anos, levou os torcedores à loucura ao fazer o quarto gol aos 35, dando a impressão de que o jogo estava liquidado.

MESSI É MESSI – O craque argentino saiu do banco aos 15 do segundo tempo, quando substituiu Philippe Coutinho, e embora tenha demorado alguns minutos, deixou sua marca. Fez o terceiro gol aos 45 – sexto de falta no campeonato e sétimo da temporada -, cobrando com a categoria habitual. O árbitro Alejandro Hernandez deu cinco minutos de acréscimos e o uruguaio Luis Suarez calou o estádio ao empatar com chute forte e colocado de fora da área, em 4 x 4 eletrizante no La Cerâmica.

MESSI EMPATA COM CR7 – Artilheiro do atual campeonato com 32 gols, Messi empatou com Cristiano Ronaldo, que estava à frente como principal goleador dos cinco maiores campeonatos europeus com 414, dos quais fez 311 pelo Real Madrid e antes 84 pelo Manchester United. Agora, na Juventus, 19. Desnecessário dizer que todos os 414 gols de Messi foram com a camisa do Barcelona, seu único time. OS LÍDERES – Ter Stegen, Sergi Roberto, Umtiti, Lenglet e Jordi Alba; Busquets (Aleñá), Vidal e Arthur (Rakitic, 27 do segundo tempo); Malcom, Suarez e Philippe Coutinho (Messi, 15 do segundo tempo). Pela primeira vez nos últimos cinco campeonatos, o Barcelona teve sete advertidos com cartão amarelo, inclusive Messi e Suarez, que insistiram em reclamação. Os outros foram Sergi Roberto, Lenglet, Vidal, Aleñá e Busquets. O lateral Alvaro, do Villarreal, foi expulso após o segundo cartão amarelo.

Fotos: site do Barcelona