Escolha uma Página

Foto: site marca

O primeiro sábado (3) de novembro do Campeonato Espanhol registrou sufoco do líder Barcelona, que ganhou (3 x 2) do Rayo Vallecano, penúltimo colocado, no minuto final, com o gol do uruguaio Luis Suarez, agora o quinto maior artilheiro da história do clube, depois de ter feito também o primeiro logo, logo aos 10 minutos. Suarez completou 161 gols em 213 jogos, desde 11 de julho de 2014, comprado do Liverpool (133 jogos, 82 gols, entre 2011 e 2014).

O Rayo Vallecano empatou antes da saída para o intervalo, com um belo gol de fora da área do jovem atacante espanhol José Ángel Pozo, 22 anos, 1,81m, com chute forte. A bola ainda tocou na trave. O gol da virada do Rayo Vallecano, aos 12 do segundo tempo, foi de Alvaro Garcia, um minuto após substituir Trejo. O Barcelona chegou a ter o jogo como perdido porque não fazia boa apresentação, especialmente os brasileiros Arthur e Philippe Coutinho, ambos substituídos.

TRÊS MINUTOS – O gol de empate só foi conseguido aos 41 minutos, quando o atacante francês Dembélé aproveitou o passe de cabeça do zagueiro Piqué. O gol de virada, que tirou o lider do sufoco, foi de Luis Suarez aos 44, após cruzamento do lateral Sergi Roberto. O jogo foi no estádio Teresa Rivero, no bairro popular de Vallecas, região sudeste de Madrid. O estádio tem apenas 14 mil lugares e o nome é homenagem à primeira mulher que dirigiu o futebol do clube em 1994.

PATOLADA – O Rayo Vallecano é dirigido pelo ex-meia-atacante Michel, 55 anos, cinco vezes campeão espanhol pelo Real Madrid, que defendeu em 560 jogos, marcando 130 gols, e foi da seleção da Espanha – 66 jogos, 21 gols – de 85 a 92. Michel ficou famoso com a foto publicada em todos os jornais espanhóis em que patolou o meia colombiano Carlos Valderrama, do Valladolid. Michel começou como técnico dirigindo o Real Castilla, time B do Real Madrid.

SÉTIMA VITÓRIA – O Barcelona lidera com 24 pontos em 11 rodadas – 7 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 31 gols pró e 14 contra – e o vice-lider Alavés, 20 pontos, joga amanhã (4) fora de casa com o Eibar, décimo quarto com 11. O Sevilha é terceiro com 19 e também será visitante no jogo de amanhã (4) com o Real Sociedad, décimo segundo com 12. O francês Antoine Griezmann livrou o Atlético de Madrid da derrota, no 1 x 1 deste sábado (3), fora de casa, com o Leganés. O Atlético, do técnico argentino Diego Simeone, é quarto com 20 pontos.

REAL MADRID SAI VAIADO APÓS A VITÓRIA

Foto: Pablo García / MARCA

O Real Madrid voltou a decepcionar seus torcedores no estádio Santiago Bernabeu e saiu vaiado, como aconteceu em boa parte do jogo, após vencer (2 x 0) o Valladolid, que só conseguiu superar por um ponto (17 a 16), ao fim da décima primeira rodada do campeonato. Os gols só foram marcados nos minutos finais do segundo tempo. “Um Madrid vazio, sem ideias e sem alma” – resumiu Marca – principal jornal esportivo espanhol – ao analisar a atuação ruim do time.

CONTRA e PÊNALTI – O primeiro gol foi contra do zagueiro Kiko Olivas, aos 38, desviando chute de Vinícius Júnior da lateral da área, quando a bola iria claramente longe do gol. O estádio ficou boa parte do jogo em silêncio e em outros momentos vaiou o time, que estava sem vitória nos últimos cinco jogos. O segundo gol, aos 43, foi de Sergio Ramos, de cavadinha, convertendo o pênalti sofrido por Benzema.

VINÍCIUS JÚNIOR – O atacante só entrou aos 29 do segundo tempo, substituindo Marco Asensio. Casemiro havia saído aos 13 para a entrada de Isco, e Gareth Bale, aos 25, quando entrou Lucas Vazquez. Foi a estreia do técnico argentino Santiago Solari, que estava no time B (Real Castilla), e de quem os torcedores esperavam mais tempo para Vinícius Júnior, que também teve atuação discreta. 

NA TRIBUNA – Ronaldo Fenômeno sentou-se ao lado do presidente Florentino Perez, do Real Madrid, na tribuna do estádio Santiago Bernabeu. Estavam todos muitos elegantes, em traje completo, menos Ronaldo Fenômeno, único sem gravata, ainda que de paletó próprio para o inverno que está começando a chegar à Espanha. No intervalo, todos foram servidos com chá, torrada e queijo branco.

DESPENCANDO – Quem está em queda livre é o Valencia, do atacante carioca Rodrigo Moreno, filho do ex-lateral Adalberto, do Flamengo, time que mais empatou (8 em 11 jogos) e sofreu neste sábado (3) a segunda derrota, em casa, no estádio Mestalla, para o Girona (1 x 0), nono colocado com 16 pontos após a quarta vitória. Amanhã (4) o Sevilha (19) pode tirar o Atlético de Madrid (20) do terceiro lugar, se vencer em San Sebastián a Real Sociedad.