Mesmo com a vantagem do 0 x 0 por ter ganho (1 x 0) fora de casa o jogo de ida, o Barcelona prega respeito ao Manchester United na decisão da vaga para as semifinais da Liga dos Campeões, nesta terça (16), no estádio Camp Nou, com a lotação completa de 92 mil torcedores. O técnico Ernesto Valverde ressaltou: “O que mais temo no Manchester é o espírito de luta que seu time mantém até o fim, como confirmam as três vitórias que obteve como visitante nos minutos finais”. Bom lembrar: o Barcelona venceu o Manchester United em duas decisões da Champions: 2 x 0 em 2008-2009 e 3 x 1 em 2010-2011.

NOVE JOGOS INVICTO – Apesar da cautela do técnico, os números do Barcelona aumentam o otimismo para a classificação do time, que estará completo para defender a invencibilidade de nove jogos no maior torneio de clubes do mundo. Em 27 dos 29 jogos em casa, o Barcelona tem média de quase dois gols por jogo. Começou ganhando em oito dos últimos nove jogos e saiu em vantagem para o intervalo em seis, mantendo o resultado até o final. 

MESSI VALE POR TRÊS – Artilheiro do Campeonato Espanhol com 33 dos 81 gols do Barcelona, Messi tem mais 13 gols do que o vice-artilheiro Luis Suarez; mais 14 gols que Christian Stuani, do Girona, e mais 15 que o francês Benzema, que na noite de ontem (segunda, 15) evitou a derrota do time (1 x 1), fora de casa, no jogo com o Leganés, no fecho da rodada 32. Na Champions League, não é diferente: Messi marcou mais gols (8) que a soma dos três artilheiros do Manchester United – RashfordLukaku e Pogba -, cada um com dois gols.

MELHORES DO MUNDO – Já no jogo de ida – Barcelona 1 x 0, na Inglaterra -, os dois melhores goleiros do mundo se sobressaíram: o espanhol David de Gea, de 28 anos, 1,92m, desde 2011-2012 com 353 jogos pelo Manchester United e titular da seleção da Espanha desde a categoria sub-17, e o alemão Marc-André ter Stegen, de 26 anos, 1,88m, com 183 jogos pelo Barcelona desde 2014, e titular da seleção alemã em vários jogos, desde a sub-17. Nesta terça (16) não deverá ser diferente.

PRORROGAÇÃO – O único resultado que levará o jogo à prorrogação será a vitória do Manchester United pelo mesmo placar (1 x 0) que perdeu o jogo de ida. Só se não houver vencedor no tempo extra é que a vaga será decidida nos pênaltis para que seja conhecido o adversário de Porto x Liverpool nas semifinais. Na ida, Liverpool 2 x 0. Amanhã (17), no estádio do Dragão, o Porto terá que ganhar por três gols ou pelo menos por dois para decidir no tempo extra ou nos pênaltis.

JUVENTUS x AJAX – Vale a outra vaga de hoje, terça 15, para as semifinais com o Manchester City ou Tottenham (venceu 1-0 o jogo de ida em Londres). A Juventus joga pelo 0 x 0 e o Ajax por dois gols para eliminar o campeão italiano. Prorrogação e até pênaltis, só com outro 1 x 1. O Allianz Stadium, em Turim, estará com os 42 mil lugares ocupados.

QUATRO DESFALQUES -A Juventus terá a volta de Cristiano Ronaldo, poupado do fim de semana do campeonato, mas não contará com o croata Mario Mandzukic, um dos goleadores do time, e o zagueiro e capitão Giorgio Chiellini, contundidos. No Ajax, ficarão de fora o lateral argentino Nicolás Tagliafico, suspenso pelo acúmulo de cartões, e o meia-atacante Frenkie de Jong, de 21 anos, que defenderá o Barcelona em 2019-2020, ainda em recuperação de torção do tornozelo.

BRASILEIRO É ATRAÇÃO – Convocado pela primeira vez para a seleção brasileira, o atacante David Neres, de 22 anos, 1,75m, canhoto, comprado do São Paulo por 12 milhões de euros (quase R$40 milhões), em janeiro de 2017, volta à Espanha como grande atração do Ajax, após a excelente atuação, em que marcou um gol, quando o campeão holandês eliminou o Real Madrid (4 x 1), atual tricampeão e maior ganhador da Champions com 13 títulos.

ARBITRAGEM – Barcelona x Manchester United será apitado pelo alemão Felix Brych, de 43 anos, advogado em Munique. Ele dirigiu a final da Champions 2017-2018, no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia, Real Madrid 3 x 1 Liverpool.

Juventus x Ajax terá arbitragem do francês Clément Turpin, de 36 anos, advogado em Oullins, Rhone, bela região do leste da França. Ele atuou nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e na Copa do Mundo de 2018 na Rússia. É da Fifa desde 2010.