O Barcelona ficou a dezenove minutos do segundo 0 x 0 consecutivo e sofreu para romper a retranca do Athletico Bilbao, na noite desta terça (23), em seu estádio Camp Nou, ainda sem público, pela rodada 31, disputando ponto a ponto o título com o Real Madrid, que precisa vencer o Mallorca, antepenúltimo, nesta quarta (24), para recuperar a liderança. O gol do 1 x 0 do Barça foi do croata Ivan Rakitic, em tabela com Messi, aos 26 do segundo tempo, nove minutos após substituir Busquets.

POUCO ESPAÇO – Messi poderia ter feito o gol 700 no campeonato, mas foi bem marcado. Em duas cobranças de falta, acertou a barreira, e a outra foi defendida pelo goleiro Unai Simon, espanhol de 23 anos, 1,91m. O atacante francês Griezmann não esteve bem, mas o africano Ansu Fati, de 17 anos, em nada melhorou o rendimento, aos entrar aos 20 do segundo tempo, tal como aconteceu quando o dinamarquês Braitwhite substituiu o uruguaio Luis Suarez aos 39 minutos. 

VIBROU MUITO – O meia Rakitic, de 32 anos, 1,84m, vibrou muito com o gol, trigésimo sexto em 302 jogos, desde que chegou ao Barcelona, comprado do Sevilha em 2014. Ele está completando 15 anos de carreira, iniciada em 2005 no suíço FC Basel, que defendeu até 2007, com 12 gols em 46 jogos. De 2007 a 2011 fez 16 gols em 135 jogos pelo alemão Schalke-04. Depois de seis temporadas no Barcelona, com 15 títulos – 4 de campeão espanhol, 4 da Copa do Rei e o Mundial de clubes, entre os mais importantes -, Rakitic pode estar acertando a volta ao Sevilha.

ARTHUR SAIU – O meia goiano Arthur, comprado do Grêmio, foi o primeiro a ser substituído pelo técnico espanhol Enrique Setien, que colocou o espanhol Riqui Puig aos 12 do segundo tempo. Arthurjá entrou sabendo que sua saída para a Juventus pode ser confirmada a qualquer momento, com o Barcelona recebendo 80 milhões de euros, mais o meia Miralem Pjanic, bósnio de 30 anos, melhor batedor de falta dos campeonatos e torneios europeus nas temporadas de 2013 a 2016. A informação foi dada pelo Sky Sports News, líder das assinaturas dos canais do Reino Unido, mas ainda não confirmada por Barcelona e Juventus.

SUPERLUCRO – Se a transação for confirmada, o superlucro será do Grêmio, que o vendeu por 31 milhões de euros, em 2018. Com direito a 3,51% na venda do Barcelona à Juventus, o Grêmio receberia 2.800 mil euros, o equivalente a R$17 milhões, um milhão a mais do que ganha do Banrisul, por ano, pelo patrocínio master na camisa. Por sua vez, Arthur passaria a ganhar na Juventus, por um contrato de cinco anos, 5 milhões de euros anuais. Bom dizer: na transação, bósnio Pjanic estaria sendo incluído por 70 milhões de euros.

OS LÍDERES – Ter Stegen, Semedo, Piqué, Lenglet e Jordi Alba; Busquets (Rakitic), Arthur (Riqui Puig) e Vidal; Messi, Suarez (Braitwhite) e Griezmann (Ansu Fati), os líderes de La Liga com 68 pontos, 21 vitórias em 31 rodadas e saldo de 39 gols, com 70 marcados e 31 sofridos. O Real Madrid é favorito para reassumir a liderança nesta quarta (24), ao receber o Mallorca, antepenúltimo, com apenas 7 vitórias e saldo negativo de 21 gols após 18 derrotas.

TRÊS CARTÕES – Barça 1 x 0 Athletico Bilbao registrou 26 faltas (10 do Barça) e o árbitro Jesus Gil Manzano, de 36 anos, FIFA desde 2014, só advertiu com cartão amarelo Unai Nunez, zagueiro do Bilbao; Busquets e Rakitic, por um carrinho no penúltimo lance. Bom lembrar: em 23/9/18, no Camp Nou, após Barcelona 2 x 2 Girona, Messi se recusou a apertar a mão do árbitro, aborrecido por seu time ter sido prejudicado.

A GUERRA – Faltando apenas sete rodadas para o final, o Campeonato Espanhol esquenta a disputa entre Madrid e Barcelona. A guerra é declarada e todas as armas usadas para a conquista do título. Depois que o Real Madrid venceu (2 x 1 de virada) a Real Sociedad, com o árbitro Javier Estrada favorecendo o time da capital, que assumiu a liderança, o jornal SPOR, de Barcelona, abriu em destaque de oito colunas na capa de sua edição:

LÍDERES DO VAR.TERCEIRO – O Atlético de Madrid ficou isolado em terceiro lugar, ao vencer nesta terça (23) o Levante, no Estádio Olímpico Camilo Cano, na região de La Nucía, em Alicante, a 423 km de Madrid. O técnico argentino Diego Simeone ficou muito agitado na área técnica, gesticulando o tempo todo, e só se aliviou quando o zagueiro espanhol Bruno Gonzalez, de 30 anos, fez o gol contra. No outro jogo da rodada, o Valladolid, presidente por Ronaldo Fenômeno, ficou no 1 x 1, em casa, com o Getafe.

Fotos: Barcelona FC