O Benfica, vice-líder do Campeonato Português, livrou-se nos acréscimos da derrota para o Rangers, líder do Campeonato Escocês, com o gol marcado pelo atacante uruguaio Darwin Nuñez, aos 47 do segundo tempo, na noite desta quinta (5), no estádio da Luz, em Lisboa (3 x 3). Nuñez foi um dos quatro titulares que o técnico Jorge Jesus barrou, após a derrota (3 x 0) para o Boavista, no estádio do Bessa, onde o Benfica perdeu a invencibilidade e a liderança para o Sporting, agora o único invicto.

GOLS CONTRA – O encontro dos invictos do Grupo D começou com dois gols contra. O zagueiro Connor Goldson, do Rangers, marcou logo no primeiro minuto, e o atacante Diogo Gonçalves empatou (contra) aos 24. A virada do Rangers foi um minuto depois, com o gol do atacante finlandês Glen Kamara, aos 25. No segundo tempo, o atacante colombiano Alfredo Morelos fez o terceiro gol do Rangers aos 6; o meia Rafa Silva marcou aos 37, e o uruguaio Darwin Nuñez, aos 47, livrou o Benfica da derrota.

EXPULSÃO – O Benfica jogou com menos um desde os 19 do primeiro tempo, com a expulsão do zagueiro argentino Nicolás Otamendi, de 32 anos, por falta duríssima no lateral Ryan Kent, de 23 anos. O árbitro espanhol Jesus Gil Manzano, de 36 anos, mostrou-lhe o cartão vermelho direto. A contratação de Otamendi foi muito contestada pelos torcedores benfiquistas, que o viam em declínio, após cinco temporadas no Manchester City, que defendeu em 210 jogos, entre 2015-2020.

A DECISÃO – O primeiro lugar do Grupo D será decidido no próximo dia 26, quando Rangers e Benfica farão o jogo de volta, no Ibrox Stadium, na cidade portuária de Glasgow, a maior da Escócia e terceira do Reino Unido, depois de Londres e Birmingham. Os times estão iguais com 7 pontos, 2 vitórias, 1 empate, e o Rangers lidera pelo saldo de gols. O Benfica volta ao estádio da Luz, domingo (8), para o jogo da sétima rodada com o Braga. O líder Sporting vai a Guimarães enfrentar o Vitória.

25 MILHÕES – Para aliviar a situação financeira, o Benfica ofereceu à Juventus o meia alemão Julian Weigl, de 25 anos, em declínio no time, por 25 milhões de euros (R$170 milhões). O meia goiano Arthur, que não se firmou no Barcelona, também está mal na Juventus. Ele foi substituído no intervalo, na última quarta (4), depois de atuação apagada, no jogo em que a Juventus goleou (4 x 1) o Ferencavos, da Hungria, na Arena Puskas, em Budapeste.

BRAGA LEVA GOLEADA – No King Power Stadium, em Leicester, décima maior cidade da Inglaterra, a 197 km da capital Londres, o Leicester goleou (4 x 0) o Braga, que também estava invicto, e ficou isolado na liderança do Grupo G da Liga Europa. O atacante nigeriano Iheanacho foi o destaque com dois gols. O meia belga Dennis Praet, de 26 anos, fez o terceiro, e o inglês James Maddison completou a goleada. O Leicester tem 9 pontos e o Braga é o vice-lider com 6.

FINO TRATO – De nível elevado e considerado profissional de fino trato, o técnico português Carlos Carvalhal, ex-zagueiro de 54 anos, ofereceu uma camisa personalizada do Braga ao escocês Brendan Rodgers, ex-zagueiro de 47 anos, técnico do Leicester, com quem fez amizade quando treinou o Sheffield Wednesday e o Swansea, equipes de porte médio da Premier League. Bom lembrar: o Braga foi o time português que mais venceu no Reino Unido nos últimos 10 anos.

MILAN PERDE INVENCIBILIDADE – Depois de 24 jogos, desde a temporada 2019-2020, o Milan, líder do Campeonato Italiano, perdeu a invencibilidade na noite desta quinta (5), em seu estádio de San Siro, na derrota (3 x 0) para o Lille, vice-líder do Campeonato Francês, a dois pontos do PSG (21 a 19), novo líder do Grupo H da Liga Europa. Ao ser substituído, após o terceiro gol, o atacante sueco Ibrahimovic, gritou três vezes crazy (louco), olhando na direção do técnico Stefano Pioli, do Milan.

O BRILHO DO TURCO – A estrela da noite em Milão foi o atacante Yusuf Yazici, turco de 23 anos, 1,83m, que fez três gols em um jogo, pela segunda vez, em seus últimos três jogos. O primeiro, de pênalti, ao levar um empurrão do zagueiro Alessio Romagnoli, de 25 anos, 1,85m, aos 21 minutos. No segundo tempo, aos 10, chutou da entrada da área, e o goleiro Gianluigi Donnarumma, de 21 anos, falhou. Yazici fez o terceiro gol, aos 13, com assistência do ponta francês Jonathan Ikoné, de 22 anos.

20 ANOS DEPOIS – O Milan não sofria três gols de um só jogador, em seu mítico estádio de San Siro, desde o empate (3 x 3) com o Barcelona, na noite da quarta-feira, 18 de outubro de 2000, em um dos jogos inesquecíveis da Champons, em que Rivaldo marcou os três gols.O meia Demetrio Albertini fez dois gols, eo outro gol do atacante espanhol José Mari. Bom lembrar: Rivaldo, bicampeão espanhol 97-98/98-99, saiu do Barcelona, após 130 gols em 236 jogos, para o Milan – 2002 a 2004, 8 gols em 40 jogos -, e ganhou a Liga dos Campeões 2002-2003, na final italiana com a Juventus (0 x 0 e 3 x 2 nos pênaltis), em Manchester.

Foto: SL Benfica