O LIVERPOOL VENCEU O BENFICA por 3 x 1, na noite desta 3ª feira (5), no estádio da Luz, em Lisboa, e praticamente se garantiu nas semifinais da Liga dos Campeões, mesmo que perca por um gol no jogo de volta, dia 13, em seu estádio Anfield Road. Esta deverá ser a quinta eliminação do Benfica nas quartas de final da Champions.

O LIVERPOOL JÁ SAIU PARA O INTERVALO com 2 x 0, gols de cabeça do zagueiro francês Konaté, de 22 anos, aos 17, e do ponta senegalês Mané, aos 34, com assistência do ponta colombiano Luis Diaz. Foi o 22º gol de Mané, agora segundo artilheiro do Liverpool na Champions, depois do egipcio Salah com 33 gols.

O BENFICA ESBOÇOU REAÇÃO, mas ficou só no gol de Darwin Nuñez aos 48. O atacante uruguaio chegou ao 20º gol em 20 jogos, sendo o principal artilheiro, até 23 anos, dos campeonatos europeus, com 27 gols. O 3º gol do Liverpool, aos 43, foi o 5º em 9 jogos do ponta colombiano Luis Diaz, comprado do Porto em janeiro.

O LIVERPOOL jogou todo de amarelo e ganhou o 16º de seus últimos 18 jogos, mantendo 100% de aproveitamento nos recentes 4 jogos com equipes portuguesas, com 17 gols marcados e 4 sofridos. Na temporada 2021-2022, o time inglês chegou aos 119 gols (22 na Champions).

O TÉCNICO ALEMÃO Jurgen Klopp utilizou quatro brasileiros, o goleiro Alisson e o volante Fabinho, que atuaram o tempo todo; o meia Thiago Alcântara, substituído pelo inglês Jordan Henderson, e o atacante Roberto Firmino, que entrou no lugar de Salah. Os brasileiros do Benfica foram o ala Gilberto e o atacante Everton Cebolinha.

                               PERDEU COM MEDO DE GANHAR

O ATLÉTICO DE MADRID, campeão espanhol, treinado há 11 anos pelo ex-meia argentino Diego Simeone, de 51 anos, perdeu para o Manchester City, do técnico espanhol Pep Guardiola, de 51 anos, por 1 x 0, na noite desta 3ª feira (5), porque teve medo de ganhar como visitante no Etihad Stadium, em Manchester.

SIMEONE MANTEVE o time no próprio campo, ocupando espaços com forte esquema defensivo, e sequer deu um chute na direção do goleiro paulista Ederson. Quem brilhou foi o esloveno Jan Oblak, de 29 anos, 1,88m, comprado do Benfica em 2014, e um dos melhores goleiros europeus, com defesas notáveis.

QUEM DECIDIU FOI o meia Kevin De Bruyne, de 30 anos, com chute cruzado, aos 25 do 2º tempo, ao receber um passe primoroso do meia canhoto inglês Phil Foden, de 21 anos, campeão e Bola de Ouro do Mundial sub-17. De Bruyne foi o autor do gol, de fora da área, no jogo em que a Bélgica eliminou o Brasil na Copa de 2018.

O MANCHESTER CITY terá a vantagem do empate para jogar nas semifinais com o vencedor de Chelsea x Real Madrid, que disputarão o jogo de ida das quartas de final, nesta 4ª feira (6), no Stamford Bridge, em Londres. O jogo de volta Atlético de Madrid x Manchester City será na próxima 4ª (13), no Wanda Metropolitano.

NO OUTRO JOGO DESTA 4ª (6), mesmo como visitante no estádio La Cerâmica, na Espanha, o Bayern Munique é favorito frente ao Villarreal. A vaga será decidida na próxima semana, na Allianz Arena, em Munique, capital do estado da Baviera, no Sudeste da Alemanha.

Foto: Terra