Escolha uma Página

DEPOIS DE FAZER 3 x 0 em 31 minutos, o Bolívar tirou o Flamengo da liderança do Grupo E, por dois pontos (6 a 4), ao vencer o Millonarios, da Colômbia, por 3 x 2, na noite desta 5ª feira (11), na altitude de 3.640 metros do estádio Hernando Siles, em La Paz, onde receberá o vice-líder Flamengo no próximo dia 24 pela 3ª rodada.

O BOLÍVAR LIDERA o Grupo E com 100% de aproveitamento, depois de 4 x 0 no Palestino, no Chile, e com saldo de cinco gols (7 x 2). O Flamengo estreou com 1 x 1 com o Millonarios, na Colômbia, e havia assumido a liderança, 4ª feira (10), com 2 x 0 no Palestino, no Maracanã. O saldo do Flamengo, vice-líder, é de 2 gols (3 x 1).

O BOLÍVAR abriu o placar logo aos 3 minutos, com o lateral boliviano José Sagredo. O gaúcho Chico da Costa fez 2 x 0 aos 10, e o mineiro Bruno Savio marcou o 3º aos 34. O atacante colombiano Leonardo Castro, de 31 anos, fez os dois gols do Millonarios, no último lance do 1º tempo, e aos 32, convertendo pênalti.

O BOLÍVAR foi tão superior ao Millonarios, também acostumado à altitude de 2.640 metros do estádio El Campin, em Bogotá, que sequer sentiu a expulsão de zagueiro Yomar Rocha, revelação de 20 anos, já lançado na seleção principal. No minuto final, o zagueiro venezuelano Delvin Alfonzo, do Millonarios, foi expulso.

O BOLÍVAR é um dos catorze clubes comprados pelo Grupo City, liderado pelo Manchester City, e o terceiro da América do Sul, depois do uruguaio Montevideu City e do Bahia, que contratou o técnico Rogerio Ceni, após estágio em Manchester, onde deixou a melhor impressão ao técnico espanhol Pep Guardiola.

A VITÓRIA SOBRE o Millonarios foi o presente antecipado de aniversário do FC Bolívar, que completa 99 anos nesta sexta-feira, fundado em 12 de abril de 1925.

Foto: Divulgação / Conmebol