A VITÓRIA SOBRE O ATLÉTICO MINEIRO por 2 x 0, na noite de ontem (13), diante de quase 70 mil torcedores no Maracanã, representa bom presságio para o Flamengo, na rota da quarta conquista da Copa do Brasil. Quando ganhou o título pela segunda vez, foi depois de eliminar o Atlético nas quartas de final de 2006. Agora é esperar pelo sorteio de 3ª feira (19), para conhecer o próximo adversário.

O MEIA URUGUAIO ARRASCAETA, autor dos dois gols, chegou ao 10º gol em 33 jogos em 2022, tornando-se o quarto estrangeiro com mais gols pelo Flamengo, com 49 em 170 jogos. O 1º é o argentino Doval, com 94 em 263 jogos, seguido do paraguaio Benitez, com 74 em 114 jogos; o sérvio Petkovic é o 3º, com 57 gols em 198 jogos. A temporada de mais gols de Arrascaeta foi a de 2019, com 18, quando chegou do Cruzeiro.

O FLAMENGO MERECEU A CLASSIFICAÇÃO porque foi superior ao Atlético Mineiro, conseguindo reverter a derrota por 2 x 1 no jogo de ida no Mineirão e até fazendo por merecer placar mais amplo. O time já saiu para o intervalo em vantagem, com o gol de Arrascaeta aos 45, finalizando o passe de Pedro, que pouco antes perdeu a então melhor chance, ao cabecear em cima do goleiro, que depois saiu mal no lance do gol.

O ATLÉTICO VOLTOU MAIS OFENSIVO no segundo tempo, mas a defesa do Flamengo travou bem os ataques. Com 50% de aproveitamento, Arrascaeta fez o segundo gol em sua quarta finalização, aos 19 do 2º tempo, completando de cabeça a falta desviada por Pedro. A bola já havia transposto claramente a linha de gol, quando o goleiro Everson defendeu. O árbitro, depois de validar, só esperou a confirmação do VAR.

A EXPULSÃO DO ZAGUEIRO JUNIOR ALONSO, pelo 2º cartão amarelo, aos 33 do 2º tempo, tirou todas as chances de reação do Atlético e o Flamengo só não fez o terceiro gol porque Gabriel finalizou mal de pé direito, frente a frente com o goleiro. O atual campeão, que venceu os dois jogos da final de 2021 com o Athletico Paranaense, foi o 2º mineiro eliminado em 2022, uma noite depois da eliminação do Cruzeiro.

FLAMENGO 2 x 0 ATLÉTICO MINEIRO rendeu R$3.423.620,25. 62.624 pagantes, com o público total de 68.747. O árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio, selecionado para a Copa do Mundo, teve que esperar quase cinco minutos para iniciar o jogo, devido à fumaça dos sinalizadores. Teve energia para enquadrar Hulk e David Luiz, e foi correto na aplicação dos cartões amarelos em Everton Ribeiro, João Gomes e Tiago Maia, e Alan e Mariano, e do cartão vermelho em Junior Alonso.

O TÉCNICO DORIVAL JUNIOR, na entrevista coletiva após o jogo, fez questão de ressaltar a evolução da equipe, mas pediu que não haja excesso da torcida: “A tendência natural é que o rendimento aumente com a sequência dos jogos, mas devemos manter os pés bem firmes no chão. Ainda há muito caminho a percorrer”. O Flamengo volta sábado (16) ao Maracanã para o jogo da 17ª rodada do Brasileiro com o Coritiba.

@gilvandesouza / CRF