O BOTAFOGO TINHA TUDO para entrar no G8, mas com a derrota para o Internacional por 1 x 0, na noite deste domingo (16), no estádio Nilton Santos, terminou a 32ª rodada em 10º, com 43 pontos, mais derrotas (13) do que vitórias (12) jogando em casa, e com saldo negativo de 3 gols (32 a 35).

COMO HÁ COISAS que só acontecem ao Botafogo, o gol da vitória do Internacional, aos 22 minutos do segundo tempo, foi o primeiro, em doze jogos, do atacante argentino Braian Romero, de 31 anos, comprado do River por um milhão de dólares, em junho. Ele fez o gol logo com quatro minutos depois de substituir Alemão.

COM A 16ª VITÓRIA, o Internacional manteve a vice-liderança com 68 pontos, menos 8 que o líder e virtual campeão Palmeiras, e mais 13 que o Flamengo, 3º com 55 pontos. O Inter completou 11 jogos sem derrota, com 8 vitórias e 3 empates, e aumentou a vantagem sobre o Atlético Mineiro para 13 pontos na disputa da vaga para a Libertadores 2023.

BOTAFOGO 0 x 1 INTERNACIONAL registrou R$684.510,00, com 22.155 pagantes no estádio Nilton Santos. Boa arbitragem do catarinense Braulio Machado. Botafogo e Internacional serão visitantes, domingo (23), na 33ª rodada: o Botafogo jogará com o Fluminense, no Maracanã, e o Internacional com o Coritiba, no Couto Pereira.

GATITO completará domingo (23), 190 jogos. O Botafogo o homenageou antes do jogo com o Internacional, por ser o estrangeiro com mais jogos pelo clube: 189. O goleiro paraguaio de 34 anos, superou o zagueiro argentino Joel Carli, com 187, e o atacante argentino Rodolfo Fischer, com 180, entre 1972 e 1976.

BOTAFOGO – Gatito, Daniel Borges, Adryelson, Philipe Sampaio (Gustavo Sauer) e Marçal; Danilo Barbosa (Mateus Nascimento), Tchê Tchê e Eduardo; Junior Santos (Luis Henrique), Tiquinho Soares e Victor Sá (Jeffinho). Técnico – Luis Castro.

INTERNACIONAL – Keiller, Bustos, Vitão, Moledo e Renê; Johnny (Liziero), Alan Patrick (David), Edenilson (Lucas Ramos) e Carlos de Pena; Wanderson (Taison) e Alemão (Braian Romero, autor do gol). O técnico Mano Menezes foi advertido com o 3º cartão amarelo e não ficará na área técnica no jogo com o Coritiba.

Fotos: Paulo Paiva/AGIF,UOL, André Durão, Lance!